30 Anos Primeiro Título Nacional do Handebol do Maranhão

Por: .
Send to Kindle


~~O Handebol foi introduzido no Maranhão pelo Prof. Luiz Gonzaga Braga e o professor José Rosa, ambos da ETFM, hoje CEFET, lá pelos anos 60 do século passado. Após participarem dos JEBEI, e como a modalidade seria introduzida nos Jogos seguintes, fizeram um curso no Rio de Janeiro e, ao retornarem, prepararam um grupo de alunos. No aniversário da Escola, em 23 de setembro, esses alunos fizeram uma apresentação oficial da nova modalidade. Dentre outros, estavam os alunos Aldir Carvalho, José Geraldo de Mendonça, França, Aldemir Mesquita (aluno do Liceu, goleiro de Futsal, e bibliotecário da ETFM).
Credita-se a Antonio Maria Zacharias Bezerra de Araújo - o Prof. Dimas - a introdução do Handebol no Maranhão, após assistir a modalidade nos JEB´s de Belo Horizonte (1971). Ao retornar a São Luís começa a ensinar a modalidade, e a introduz nos FEJ/JEMs idealizados por ele e Cláudio Vaz dos Santos, o Cláudio Alemão, no início dos anos 70. Em que pesem essas especulações, Dimas é o grande responsável pelo desenvolvimento do Handebol do Maranhão, junto com Laércio Elias Pereira.
O ano de 1972 foi o grande ano: foi ministrado um curso pelo MEC, em que diversos professores e técnicos participaram e foram dadas aulas das mais variadas modalidades esportivas. Em outro curso, sendo Coordenador de Esportes Cláudio Vaz dos Santos, veio uma equipe do Rio de Janeiro com três professores para ensinar Basquete - que era o prof. Rui -; Atletismo - José Teles da Conceição -; e Handebol - um professor de nome Wilson (sic)
1973 - Laércio Elias Pereira vem dar um curso em São Luís, e enquanto dava as aulas, ajudava o prof. Jamil Gedeon a treinar o time de Handebol que ia para os JEBs. Deu problema no curso de Manaus e o Cláudio Vaz pediu que ficasse treinando o time. Depois, pediu para que acompanhasse a equipe nos JEBs, em Brasília. Quando da realização dos – agora - JEM´s, Laércio voltou ao Maranhão, como árbitro, em que apitou uma morável partida entre o Batista e os maristas, ambas equipes dirigidas por Dimas; Com Laércio veio – para ficar e virar cidadão maranhense – o seu atleta do General Motors Biguá, e que naqueles JEMs apitou, além do handebol, várias outras modalidades.
Cláudio Vaz – o Alemão – em entrevista ao autor dá as datas corretas deste renascimento do esporte maranhense: o primeiro FEJ foi em 71, o segundo FEJ em 72, e o primeiro JEM's em 73, por quê? Nós participamos do JEB's e a sigla pesava mais por bem achamos melhor mudar para JEM's
Em 1974, o Prof. Laércio Elias Pereira volta para morar no Maranhão, em janeiro; é estabelecida a “Missão” do Handebol; Laércio trouxe Horácio e Viché; o Projeto Handebol – a “Missão do Laércio” - foi estabelecida pelo Cláudio Vaz e apoiada pelo Secretário de Educação Magno Bacelar. Além do Handebol, o objetivo era implantar um curso de Educação Física na então FESM (hoje, UEMA – criada através da lei 3489, de 10 de abril de 1974, que “cria a Escola Superior de Educação Física do Estado do Maranhão e dá outras providências”, publicada no Diário Oficial de 10 de maio de 1974, ano LXVII, n. 88, p. 1).
- Dimas, compreendendo suas limitações na modalidade, se afasta, passando a dar todo o apoio aos “paulistas” que estavam chegando, e se dedicando a sua outra paixão, a Ginástica Olímpica. 
- O Maranhão participa do Campeonato Brasileiro Adulto Masculino, realizado em Fortaleza, conseguindo um terceiro lugar; jogaram: Álvaro Perdigão e Raimundo Nonato Vieira (Vieirinha) (goleiros); Luis Fernando Figueiredo, Vicente Calderoni Filho (Viché), Edivaldo Pereira da Silva (Biguá), Sebastião Sobrinho Pereira (Tião), Phillipe Moses Camarão (Phil), Rubem Goulart Filho (Rubinho), Manoel de Jesus Moraes, Antonio Luis Amaral Pereira, Joel Gomes da Silva, José Maria (Zeca); o técnico era Laércio Elias Pereira.
- Além do Adulto Masculino, o Maranhão participa do Juvenil Feminino – o primeiro brasileiro – em São Paulo, contando com reforços do time da GM.

1976 – o primeiro titulo nacional
É realizado o II Campeonato Brasileiro de Handebol, no Rio de Janeiro, com o Maranhão sagrando-se campeão; a equipe era formada por: Luis Fernando, Mangueirão, Álvaro, Gilson, Rubinho, Ricardo, Joel, Moraes, Tião, Viché, e Ivan; o técnico, foi o prof.Laércio Elias Pereira, tendo como auxiliar, o Prof.José Maranhão Penha. O Prof.Laércio só pode chegar para os últimos jogos, e a equipe foi dirigida pelo prof. Maranhão.
“Parece que foi ontem...!”, assim se manifestou o Prof. Laércio Elias Pereira, ao lembrar do fato através de correio eletrônico; – 30 anos já passados daquele acontecimento histórico. Lembra Laércio que: “Para quem era do ramo, nenhuma surpresa; o Maranhão fora terceiro colocado no Campeonato realizado em Fortaleza, mas para nós, não estava nos planos; não era nosso objetivo imediato”.
O Projeto Handebol-Maranhão, montado por encomenda do nunca suficientemente reconhecido Cláudio Vaz dos Santos, era sustentado por menos de dez heróicos professores. Os times – escolares - que deram projeção ao trabalho eram, na verdade, grupos de monitores em treinamento, planejados de modo a que pudessem ser repetidos nas escolas de primeiro e segundo graus (Hoje, fundamental e médio) e nas Escolinhas.
“Cabe a comemoração e reverência aos bravos atletas”, diz Laércio. Aplausos para o Prof. Dimas, Prof. Jamil, Prof. Maranhão, Prof.Horácio, Viché, Álvaro, Biguá, Phil, Luís Fernando, Joel, Moraes, Vieira, Antonio Carlos, Zé Carlos, Gilson, Tião, Ivan, Ricardo, Rubinho, Mangueirão, Jorge; sem esquecer os jornalistas José Carlos Amaral, que acompanhava o time, e o Jota Alves, que gritava nos microfones daqui. E claro, Cláudio Vaz ...
O Prof. Laércio propõe que 2006 seja o “Ano do Handebol no Maranhão” com todas as festividades, encontros, cursos e congresso que puder” para comemorar o título, e fazer uma avaliação do Handebol, contar sua história, seu desenvolvimento e o estágio atual ... Ah, o título, aconteceu em 18 de dezembro de 1976 ... temos tempo de programar!

Anexo, o Prof. Laercio encontrou entre seus guardados a convocação para aquela seleção:


Federação Maranhense de Handebol
Convocação para treinamento
OBJETIVO: II Campeonato Brasileiro Adulto Masculino
                     Belo Horizonte -  2ª quinzena de outubro

Apresentação: Domingo, 8 de agosto de 1976 – 7:00 horas
                        Ginásio Charles Moritz

Luis Carlos Ribeiro – BOI   Sampaio
Sebastião Pereira Sobrinho – TIÃO Sampaio
José MURILO    Sampaio
João DAMASCENO   Sampaio
Manoel de Jesus Moraes   Sampaio
José LOPES Neto    Sampaio  
FERNANDO Souza    Sampaio 
IVAN Soares Telles    Sampaio
Francisco de ARRUDA   Jaguarema
Louis Phillip Camarão – PHIL  Jaguarema
Fernando Antonio Lima – TONHO Jaguarema
ALEXANDRE Nonato Moraes  Jaguarema
José Castelo Branco – TADEU  Jaguarema
ALVARO Perdigão    Lítero
LUIS FERNANDO Figueiredo  Lítero
Vicente Calderoni Filho – VICHÉ  Lítero
Luis Verônico DUGUEIRA   Lítero
ANTONIO CARLOS Pereira  Lítero 
José Henrique Azevedo – MANGUEIRÃO Moto
José GILSON Caldas   Moto
Rubem Teixeira Goulart – RUBINHO Moto
José Carlos R Santos – BAGAGE Moto
Antonio ZACHARIAS Castro  Moto
JOEL Gomes Costa   Maranhão
LUIS HENRIQUE Neves   Maranhão
Sérgio Abreu – SERGIO ELÉTRICO Maranhão
DEMERVAL Viana Pinheiro  Maranhão
MARCIO Vasconcellos     Moto
            Técnico: Laércio Elias Pereira

Comentários


:-)





© 1996-2019 Centro Esportivo Virtual - CEV.
O material veiculado neste site poderá ser livremente distribuído para fins não comerciais, segundo os termos da licença da Creative Commons.