A Adesão dos Alunos às Atividades Remotas Durante a Pandemia: Realidades da Educação Física Escolar

Por: Aguinaldo Cesar Surdi, , Antônio Jansen Fernandes da Silva, Bryan Kenneth Marques Pereira e Jorge Alexandre Maia de Oliveira.

Corpoconsciência - v.24 - n.2 - 2020

Send to Kindle


Resumo

O presente trabalho tem por objetivo analisar a adesão de alunos às atividades remotas no período de pandemia em três escolas públicas de Ensino Fundamental e Médio do Ceará, da Paraíba e do Rio Grande do Norte. Utilizamos uma pesquisa quantitativa, com uma amostra de 235 alunos, através de um questionário com 05 perguntas objetivas e 04 subjetivas elaboradas no GoogleDocs e enviadas aos alunos por meio da plataforma Google Classroom (CE e PB) ou Whatsapp (RN). Os achados das pesquisas foram os seguintes: dos 823 alunos que receberam o questionário, apenas 235 (29%) responderam. Se analisarmos por estado, teremos: CE (22%); RN (41%); PB (24%). Desses 235 que responderam, 149 (66,8%) relataram não terem dificuldades com as atividades remotas. Conjecturamos que a desigualdade social e/ou tecnológica/digital contribui significativamente para a falta de acesso dos questionários, como também, as devolutivas pelos alunos das atividades remotas enviadas pelas escolas

Referências

ALMEIDA, Lília Bilati de e colaboradores. O retrato da exclusão digital na sociedade brasileira. Journal of information systems and technology management, v. 2, n. 1, p. 55-67, 2005.

AUSUBEL, David Paul. A aprendizagem significativa: a teoria de David Ausubel. São Paulo: Moraes, 1982.

BAUMAN, Zygmunt. Tempos líquidos. Rio de Janeiro: Jorge Zahar, 2007.

BETTI, Mauro. A versão final da base nacional comum curricular da educação física (ensino fundamental): menos virtudes, os mesmos defeitos. Revista brasileira de educação física escolar, v. 1, n. 4, p. 156-175, 2018.

BRASIL. Constituição Federal de 1988. Brasília, 1988.

______. Secretarias Estaduais de Saúde. Portal Coronavírus. Disponível em: . Acesso em: 10 de junho de 2020.

______. Ministério da Educação. Diretrizes Curriculares nacionais da Educação Básica. Secretaria de Educação Básica. Conselho Nacional da Educação. Câmara Nacional de Educação Básica. Brasília, DF: MEC, SEB, DICEI, 2013.

BUZATO, Marcelo El Khouri. Novos letramentos e apropriação tecnológica: conciliando heterogeneidade, cidadania e inovação em rede. In: RIBEIRO, Ana Elisa e colaboradores (Orgs.). Linguagem, tecnologia e educação. São Paulo: Peirópolis, 2010.

EUROPEAN CENTRE FOR DISEASE PREVENTION AND CONTROL. Considerations relating to social distancing measures in response to the COVID-19 epidemic. 2020 (March).

HEINSFELD, Bruna Damiana; PISCHETOLA, Magda. Cultura digital e educação, uma leitura dos estudos culturais sobre os desafios da contemporaneidade. Revista ibero-americana de estudos em educação, v. 12, n. esp. 2, p. 1349-1371, 2017.

IBGE. Pesquisa Nacional por Amostra de Domicílios Contínua – PNAD. Rio de Janeiro: Diretoria de Pesquisas, 2018.

KENSKI, Vani Moreira. Educação e tecnologia: o novo ritmo da informação. Campinas, SP: Papirus, 2007.

KLEMANN, Miriam Noering; RAPKIEWICZ, Clevi Elena. Pesquisa-ação para a inclusão digital de professores e alunos: um projeto piloto usando o Google Docs. Novas tecnologias na educação, v. 9, n. 2, p. 1-10, 2011.

MINAYO, Maria Cecília Souza. O desafio do conhecimento. São Paulo: Hucitec, 2013.

MORAES, Raquel de Almeida; PEREIRA, Eva Waisros. A política de educação a distância no Brasil e os desafios na formação de professores na educação superior. In: SEMINÁRIO DO HISTEDBR, 8, 2009. Anais... Campinas, SP, Unicamp, 2009. Disponível em: . Acesso em: 12 de maio de 2020.

PEREIRA, Bryan Kennedy Marques. Educação na era digital: relato de experiência sobre as conectividades pedagógicas nas aulas de Educação Física. 2020. Dissertação (Programa de Pós-Graduação em Educação Física em Rede Nacional) - Centro de Ciências da Saúde, Universidade Federal do Rio Grande do Norte, Natal, 2020.

RICHARDSON, Roberto Jarry. Pesquisa social: métodos e técnicas. São Paulo: Atlas, 1989.

RIO GRANDE DO NORTE. Instrução normativa nº 01/2020 – CEE/SEEC – RN, de 05 de abril de 2020.

SANTOS, Souza Edvalter. Desigualdade social e inclusão digital no Brasil. 228f. 2006. Tese (Doutorado em Planejamento Urbano e Regional). Universidade Federal do Rio de Janeiro, Rio de Janeiro, 2006.

SENHORAS, Eloi Martins. Coronavírus e educação: análise dos Impactos Assimétricos. Boletim de conjuntura (BOCA), ano II, v. 2, n. 5, 2020.

SENHORAS, Eloi Martins; PAZ, Ana Cecília de Oliveira. Livro eletrônico como meio de desenvolvimento institucional da Universidade Federal de Roraima. In: SENHORAS, Eloi Martins (Org.). Educação no século XXI: tecnologias. Belo Horizonte, MG: Poisson, 2019.

Endereço: http://periodicoscientificos.ufmt.br/ojs/index.php/corpoconsciencia/article/view/10664

Comentários


:-)





© 1996-2020 Centro Esportivo Virtual - CEV.
O material veiculado neste site poderá ser livremente distribuído para fins não comerciais, segundo os termos da licença da Creative Commons.