A Atividade Corporal Para Mulheres e Crianças no Século XIX : Suas Razões Históricas

Por: Eunice Simões Lins Gomes e .

V Encontro de História do Esporte, Lazer e Educação Física - CHELEF

Send to Kindle


Resumo

Educação Física nos séculos seguintes a sistematização da proposta de atividade física desenvolvida por Guts-Muths e aplicada na escola filantropina de Schnefentral sob a influência de Basedow, ou mais precisamente durante o século XIX c inicio do presente século, recebeu várias elaborações pedagógicas, sistematizadas em diferentes países, principalmente na: Alemanha França e Suécia Em todas essas sistematizações três temáticas foram acrescidas, foram elas: uma educação física para todas as classes sociais, uma educação física para a infância e uma educação física feminina . Por entendermos que as temáticas (universal, infantil c feminina) incorporadas pela Educação Fisica não podem ser compreendidas sem uma referência ao contexto mais amplo, as condições de vida e de trabalho em que elas aconteceram, nos propomos a contextualizar cada temática no enredo das estruturas políticos, particularmente no que se refere a defesa da educação burguesa bem como levando em consideração as exigências do modo de produção fabril que aglutinava como trabalhadores: homens, mulheres e crianças.  

Ver Arquivo (PDF)

Comentários


:-)





© 1996-2019 Centro Esportivo Virtual - CEV.
O material veiculado neste site poderá ser livremente distribuído para fins não comerciais, segundo os termos da licença da Creative Commons.