A Atividade Física na Prevenção de Agravos à Saúde: Considerações Teóricas, Metodológicas e de Aplicação

Por: Marcio Antonio Almeida.

37 páginas. 1999

Send to Kindle


Resumo

A relação da Educação Física com a Saúde Pública tem ocorrido à razão direta em que os estudos têm associado a prática de atividade física às interferências positivas no processo saúde-doença. Os efeitos benéficos dependem basicamente da regularidade e dos conhecimentos e habilidades que estruturam a prática de tal atividade . Qual seria então o método para estudar a atividade física e saúde e justificar sua inserção no campo da Saúde Pública? Assim, o objetivo deste trabalho foi investigar a relação entre a Educação Física e a Saúde Pública, a fim de implementar programas de prevenção de doenças, por meio da atividade física, na população brasileira. A partir de pressupostos conceituais, de pesquisas nas bases de dados eletrônicas e critérios preestabelecidos, foram selecionados estudos que relacionassem em sua investigação a atividade física voltada à saúde. Como resultado, constatou-se que países com uma política de saúde que assume a prática de atividade física como uma medida importante de promoção de saúde e prevenção de doenças apresentaram um volume expressivo de publicações. As bases de dados além de viabilizarem um contato imediato com as publicações sobre o assunto em estudo, forneceram pistas importantes para a operacionalização de investigações nacionais referentes à temática atividade física e saúde pública.

Endereço: http://www.nuteses.temp.ufu.br/tde_busca/processaPesquisa.php?pesqExecutada=2&id=1521&listaDetalhes%5B%5D=1521&processar=Processar

Comentários


:-)





© 1996-2019 Centro Esportivo Virtual - CEV.
O material veiculado neste site poderá ser livremente distribuído para fins não comerciais, segundo os termos da licença da Creative Commons.