A Atividade Lúdica na Clínica Fonoaudiológica

Por: Claudia Maria Araujo de Carvalho.

2000 30/03/2000

Send to Kindle


Resumo

O trabalho, que procurou investigar como o fonoaudiólogo concebe a atividade lúdica no processo terapêutico, inicia-se discutindo o conceito do brincar. Observando a atuação do fonoaudiólogo em sessões terapêuticas e realizando entrevistas com profissionais e crianças participantes, a autora pôde rastrear os sentidos que o fonoaudiólogo dá à atividade lúdica. A interrelação dialética peculiar do fazer lúdico com o processo terapêutico fonoaudiológico impôs uma pesquisa teórica na perspectiva conjunta da Educação e da Psicanálise, objetivando acessar conceitos necessários a esta investigação no âmbito da Fonoaudiologia. As conclusões foram analisadas sob o prisma teórico Winnicottiano, procurando-se refletir sobre como a atividade lúdica concebida no contexto da criatividade, como expressão da criança, pode potencializar o processo terapêutico fonoaudiológico

Endereço: https://sapientia.pucsp.br/handle/handle/12121

Tags:

Comentários


:-)





© 1996-2020 Centro Esportivo Virtual - CEV.
O material veiculado neste site poderá ser livremente distribuído para fins não comerciais, segundo os termos da licença da Creative Commons.