A Aula de Educação Física: Sistematização e Organização Didática

Por: F. C. L. Silva, G. B. S. Sampaio, G. O. Farias, K. C. Liz, M. G. Pinto e R. D. Trusz.

IX Congresso Internacional de Educação Física e Motricidade Humana XV Simpósio Paulista de Educação Física

Send to Kindle


Resumo

A aula de Educação Física proporciona ao educando a aquisição de conhecimentos relacionados ao plano motor e ao seu desenvolvimento integral. No entanto, a organização didática e metodológica da mesma, ainda precisa ser revisitada no intuito de que a sequência pedagógica favoreça os resultados de aprendizagem. Neste sentido, o estudo apresenta como objetivo verificar os tempos e espaços da aula de Educação Física nos anos iniciais do ensino fundamental. Para tanto, este estudo se justifica por entender como o professor sistematiza as suas aulas e como o mesmo não se restringe a modelos prontos, e consequentemente, criam propostas educacionais concretas, que sigam uma linha lógica de ensino e que possam resgatar as crianças para a aula, uma vez que, é neste momento que elas possuem um espaço para vivenciar e pensar sobre a cultural corporal. No estudo descritivo participaram uma professora com formação em Educação Física, bem como os 18 alunos pertencentes ao terceiro ano do ensino fundamental de uma escola pública estadual. O instrumento utilizado foi uma matriz de observação diretamente relacionada à aula de Educação Física. Salienta-se que foram observadas 10 aulas consecutivas. Como resultados, pode-se destacar que nas aulas observadas, a professora mantinha uma sequência de ações e proporcionava a aprendizagem dos alunos, ao mesmo tempo em que sempre buscava os mesmos em sala de aula, sendo que ora a explicação das atividades se dava neste momento e ora no local destinado ao desenvolvimento das aulas. Observou-se também que algumas atividades eram feitas com a divisão por gêneros. Na parte inicial da aula a professora constantemente realizava o aquecimento, caracterizado por alongamentos e atividades de corrida. No que se referem às atividades intermediárias das aulas, as mesmas centraram-se em atividades de baixa complexidade, ginástica, jogos pré-desportivos envolvendo aspectos relacionados ao equilíbrio, a flexibilidade, a corrida, a atenção e a destreza. Não somente atividades de baixa complexidade devem aparecer na rotina da Educação Física, uma vez que, existem outras propostas que devem ser abordadas nas aulas nos anos iniciais do ensino fundamental, sendo as principais: atividades de baixa organização; atividades pré- desportivas; atividades de baixa complexidade; atividades de autocontrole; e atividades rítmicas. A finalização da aula de Educação Física tem por objetivo trazer uma atividade que proporcione tranquilidade para o retorno à sala de aula e corrobora com o observado nas aulas, quando na grande maioria das vezes a atividade utilizada era do "passa-anel", proporcionando o equilíbrio das ações motoras e o retorno as suas condições normais. Pode-se concluir, que a aula de Educação Física, embora já tenha sido investigada diversas vezes e percebido a falta de métodos para a sua diversificação, uma professora comprometida com a excelência do ensino, ainda traz novos elementos para garantir a aprendizagem dos seus alunos.

Endereço: http://www.periodicos.rc.biblioteca.unesp.br/index.php/motriz/article/view/10060/10060

Comentários


:-)





© 1996-2018 Centro Esportivo Virtual - CEV.
O material veiculado neste site poderá ser livremente distribuído para fins não comerciais, segundo os termos da licença da Creative Commons.