A Base Nacional Comum Curricular: Uma Proposição Necessária Para a Educação Física?

Por: Fernanda Moreto Impolcetto, Juliano Daniel Boscatto e Suraya Cristina.

Motrivivência - v.28 - n.48 - 2016

Send to Kindle


Resumo

Objetivou-se esse estudo, compreender os aspectos histórico-legais que repercutem na elaboração da Base Nacional Comum Curricular, as aproximações dos documentos oficiais com o currículo escolar e os aspectos universais e particulares da cultura e as possíveis relações com o contexto da Educação Física escolar. Dada a importância na elaboração da BNCC, é fundamental entender, quais são elementos teóricos que estão ao entorno de tal proposição. Buscou-se nesse ensaio teórico, apresentar os elementos precursores ao “documento oficial”, situando-se nos aspectos históricos e legais que repercutem na elaboração da BNCC. Os documentos legais precursores a BNCC, remetem a análise sobre a para construção do currículo escolar com base em aspectos universais e particulares da cultura, apontando-se a discussão com Forquin (1993) e Cuche (2002). Aproxima-se o diálogo como o contexto da EF escolar no Brasil, no que tange a sistematização do currículo para a Educação Básica.

Endereço: https://periodicos.ufsc.br/index.php/motrivivencia/article/view/2175-8042.2016v28n48p96

Ver Arquivo (PDF)

Comentários


:-)





© 1996-2016 Centro Esportivo Virtual - CEV.
O material veiculado neste site poderá ser livremente distribuído para fins não comerciais, segundo os termos da licença da Creative Commons.