A Biomecânica nos Livros Brasileiros de Atletismo

Por: Marcos Santos Ferreira.

Revista Brasileira de Ciências do Esporte - v.21 - n.2 - 2000

Send to Kindle


Resumo

Este estudo teve por objetivo analisar quantitativa e qualitativamente as descrições técnicas e os conceitos biomecânicos apresentados nos livros brasileiros de Atletismo. Como procedimento metodológico empregou-se a análise de conteúdo (BARDIN, 1979) a partir da elaboração de um sistema de sete categorias, inspirado no SRAPE [Systematization of Research Approaches in Physical Education] (FARIA JUNIOR, 1987), para analisar um total de quinze livros de autores brasileiros publicados entre 1982 e 1992. As poucas incursões dos autores na área de Biomecânica (5,6%) caracterizaram-se, na maioria das vezes, por imprecisões, confusões conceituais, descrições equivocadas e mesmo erros de conteúdo. No que se refere à Biomecânica, os livros brasileiros de Atletismo, em geral, caracterizam-se pela veiculação de idéias no campo do senso comum, o que dificulta o entendimento do leitor e a sua aceitação como instrumentos ?dedignos de transmissão do saber cientifico.

Endereço: http://rbceonline.org.br/revista/index.php/RBCE/article/view/782

Comentários


:-)





© 1996-2019 Centro Esportivo Virtual - CEV.
O material veiculado neste site poderá ser livremente distribuído para fins não comerciais, segundo os termos da licença da Creative Commons.