A Bola e a Palavra. Passes de Arte, o Caso Garrinha

Por: Antônio Sérgio Bueno.

O Futebol no Campo das Letras.

Send to Kindle


Resumo

No seu excelente Veneno remédio (2008), José Miguel Wisnik lembra uma analogia proposta pelo ensaísta-cineasta Pier Paolo Pasolini, que associava, em 1971, o futebol europeu à prosa literária e o brasileiro à poesia. Se essas equações não estão completamente invertidas, hoje (2012), é certo que não são uma unanimidade. O futebol brasileiro, infelizmente, prosificou-se e o europeu (Barcelona, por exemplo) poetizou-se de algum modo. Estamos vivendo, no Brasil, um momento de especial interesse pelo futebol devido à proximidade da Copa das Confederações (2013) e da Copa do Mundo (2014), até mesmo das Olimpíadas (2016). Embora o futebol venha se apresentando, já há algum tempo, como tema de ensaios, poemas e crônicas de grandes escritores brasileiros, creio não haver ainda uma correspondência, nas letras, da extraordinária relevância do futebol como manifestação cultural do povo brasileiro.

Ver Arquivo (PDF)

Comentários


:-)





© 1996-2019 Centro Esportivo Virtual - CEV.
O material veiculado neste site poderá ser livremente distribuído para fins não comerciais, segundo os termos da licença da Creative Commons.