A Brinquedoteca e a Valorização do Brincar na Infância

Por: .

XXV ENAREL - Encontro Nacional de Recreação e Lazer

Send to Kindle


Resumo


A brincadeira pode contribuir para a experiência e o aprendizado da trans formação social em uma perspectiva emancipatória. No mundo do faz de conta, um outro senso de realidade é experimentado, impulsionando a confiança na possibilidade de transformação da realidade marcada por um novo imaginário. Dessa forma, novos princípios e novos valores podem ser aprendidos através da vivência da solidariedade, da ousadia e da autonomia que as atividades lúdicas podem comportar. As brinquedotecas têm um importante papel nesse projeto de transformação, sobretudo nesses tempos em que a brincadeira se encontra reduzida e poucos e pequenos espaços, necessitando cada vez mais de novos lugares para que se realize plenamente. A necessidade de estruturar e adequar espaços de lazer devidamente preparados e qualificados para ludicidade, com espaços temáticos que valorizam o brincar como prática sistemática essencial à vida, justificam o projeto Brinquedoteca Sesc. O Sesc em Santa Catarina possui sete Brinquedotecas em diversas regiões do Estado, com o objetivo de oferecer à clientela comerciária, público alvo da instituição, e à comunidade em geral, um espaço qualificado de desenvolvimento e resgate do lúdico e do livre brincar. As
Brinquedotecas Sesc são divididas em quatro espaços temáticos, com o objetivo de organizar o espaço para possibilitar a maior diversidade de atividades, bem como garantir o acesso dos participantes às experiências relacionadas às diferentes linguagens do brincar. São eles: Espaço Afetivo, Espaço Motricidade, Espaço Cognitivo e Espaço Criatividade. Em cada um deles, brinquedos que estimulam essas valências são disponibilizados de forma acessível a crianças a partir de 2 anos de idade. O atendimento no espaço é voltado ao público de 2 a 10 anos preferencialmente. Além de visitação aberta, as Brinquedotecas pos suem turmas sistemáticas de três ou cinco vezes por semana, onde as atividades são mediadas por um agente brincante, por um período de uma hora diária. Nos três meios de hospedagem do Sesc que possuem espaço de Brinquedoteca, segue-se a orientação de que crianças devem estar acompanhadas de um responsável durante a permanência no espaço, estratégia essa que reforça os laços familiares e sua importância para a valorização do brincar, estimulando os vínculos afetivos familiares. Desde 2007, ano de implantação do projeto, até junho de 2013, foram realizados 572.328 atendimentos nesses espaços, aten
dendo clientes das Unidades Sesc, visitas de escolas públicas e privadas, alunos das escolas Sesc e projetos sociais. O projeto segue em andamento, com
implantação de mais um espaço ainda em 2013, totalizando oito Brinquedotecas Sesc em Santa Catarina. A intenção é popularizar cada vez mais esses
espaços entre as comunidades, reafirmando-o como um lugar de desfrute da espontaneidade, de valorização do ato lúdico por meio das brincadeiras e brin quedos da cultura popular e de convívio de crianças, jovens e adultos; estimulando e respeitando as potencialidades de cada um.
 

Ver Arquivo (PDF)

Comentários


:-)





© 1996-2019 Centro Esportivo Virtual - CEV.
O material veiculado neste site poderá ser livremente distribuído para fins não comerciais, segundo os termos da licença da Creative Commons.