A Cafeína Como Recurso Ergogênico nos Exercícios de Endurance

Por: Luciana Carvalhal Braga e Mariana Pace Alves.

Revista Brasileira de Ciência & Movimento - v.8 - n.3 - 2000

Send to Kindle


Resumo

Este estudo teve como objetivo investigar se a cafeína exerce algum efeito no corpo humano, capaz de melhorar a performance durante exercícios de endurance. A metodologia utilizada foi um levantamento bibliográfico, onde foram analisados diversos artigos científicos sobre experimentos com a cafeína e os exercícios de longa duração. Foi observado que a maioria dos estudos pôde demonstrar um aumento da performance nos exercícios de endurance associado ao consumo de cafeína (~5mg/kg). Identificaram-se, ainda, fatores que influenciaram nesse aumento da performance e que, segundo os resultados das pesquisas, estão relacionados com a liberação de catecolaminas, o aumento da lipólise, a redução de potássio no plasma, durante o exercício, a ativação do sistema nervoso central e a economia do glicogênio muscular. No entanto, alguns estudos não observaram aumento da performance de endurance. Isto poderia estar ligado à falta de controle das metodologias utilizadas. Além disso, existem algumas variáveis que interferem nos efeitos ergogênicos da cafeína na performance de endurance. Sendo assim, verificou-se que, embora a cafeína produza efeito ergogênico, ainda é necessário que mais estudos sejam realizados, a fim de determinar, precisamente, os fatores que ocasionam esse aumento na performance de endurance. PALAVRAS-CHAVE: cafeína, endurance, exercício, performance.

Tags:

Comentários


:-)





© 1996-2019 Centro Esportivo Virtual - CEV.
O material veiculado neste site poderá ser livremente distribuído para fins não comerciais, segundo os termos da licença da Creative Commons.