A Capoeira na Formação da Pessoa com Deficiência Visual: Dificuldades e Perspectivas Presentes na Ação Pedagógica

Por: Jean Adriano Barros da Silva.

96 páginas. 2008 06/05/2008

Send to Kindle


Resumo

O presente estudo investiga a capoeira na formação de pessoas com deficiência visual, considerando as dificuldades e perspectivas da ação pedagógica. Este tema, fruto das nossas inquietações como pesquisador, propõe um aprofundamento dos estudos, reconhecendo os desafios educacionais da falta ou baixa utilização do sentido da visão, isso a partir da reflexão sobre alternativas no trato com a capoeira para melhoria de questões que variam desde a mobilidade até as relações interpessoais. Desta forma, estabelecemos como objeto de investigação as práticas pedagógicas na capoeira para as pessoas com deficiência visual e traçamos como metas do trabalho os seguintes objetivos: Analisar as dificuldades e perspectivas da capoeira como elemento da ação pedagógica, enfocando uma relação de ensino – aprendizagem emancipatória para a pessoa com deficiência visual; Sistematizar informações sobre a ação pedagógica da capoeira no CAP - BA, descrevendo e analisando coletivamente seus traços essenciais; Analisar as dificuldades existentes nas proposições em desenvolvimento no trato com o corpo, levantando perspectivas através da geração de um conhecimento descritivo crítico sobre capoeira e deficiência visual, considerando seus movimentos, a musicalidade e as relações interpessoais mediadas pelo “ritual da roda”. Este trabalho traz como opção metodológica o Estudo de Caso, com uma abordagem qualitativa, que tem como característica o fato de ser um estudo de uma entidade bem definida, como um programa, uma instituição, um sistema educativo, uma pessoa ou uma unidade social, conhecendo o seu “como” e os seus “porquês”, evidenciando a sua unidade e identidade própria; sendo assim, a partir desta opção foi possível trazer elementos de análise suficientes para referendar a relevância da capoeiragem no contexto educacional de indivíduos com problemas na visão, descrevendo os traços peculiares dos sujeitos da pesquisa e adotando como instrumentos para coleta de dados a análise de documentos, entrevistas, observação direta e observação participante. A partir dos resultados desta pesquisa, foi possível identificar algumas alternativas educacionais que colaboraram com a melhoria na formação das pessoas envolvidas na investigação, ampliando as condições de mobilidade, percepção sensível do mundo para além da supremacia da visão, melhorando as relações pela dialogicidade e ainda fortalecendo, possivelmente, o exercício da cidadania por uma prática oriunda das culturas populares.
 

Endereço: http://www.repositorio.ufba.br/ri/handle/ri/11818

Ver Arquivo (PDF)

Comentários


:-)





© 1996-2018 Centro Esportivo Virtual - CEV.
O material veiculado neste site poderá ser livremente distribuído para fins não comerciais, segundo os termos da licença da Creative Commons.