A Competição de Judô dos Mais Jovens: o Discurso dos Responsaveis Pelas Agremiações

Por: Fabiano Filier Cazetto, Pablo Christiano Lollo e Paulo César Montagner.

Conexões - v.8 - n.2 - 2010

Send to Kindle


Resumo

O Judô enquanto uma prática competitiva institucionalizada é o foco deste estudo. A pesquisa teve como instrumentos questionários/entrevistas, que foram aplicadas aos responsáveis pelas agremiações em umas das delegacias do Estado de São Paulo. O tratamento dos dados foi através de análise do conteúdo do discurso. Os resultados confirmam a hipótese inicial de que o Judô é um elemento de múltiplos significados, sendo visto principalmente como esporte e filosofia de vida. O discurso dos entrevistados indica que a competição é considerada como algo positivo e educacional. Os mais jovens não são “lembrados” ao descrever esse fenômeno e pouco se reflete sobre um modelo de competição específico. Incoerências podem decorrer desse quadro tais como as relatadas nas entrevistas (deterioração e cobrança). É necessário pensar um modelo de competição específico para os mais jovens, do ponto de vista educacional.

Endereço: http://fefnet178.fef.unicamp.br/ojs/index.php/fef/article/view/550

Comentários


:-)





© 1996-2019 Centro Esportivo Virtual - CEV.
O material veiculado neste site poderá ser livremente distribuído para fins não comerciais, segundo os termos da licença da Creative Commons.