A Complexidade e a Organização no Processo de Aprendizagem de Habilidades Motoras

Por: Daniel Zacaron.

Revista da Educação Física - UEM - v.16 - n.1 - 2006

Send to Kindle


Resumo

Este estudo teve por objetivo investigar o nível de capacidade motora de participantes das equipes pré-mirim, mirim e infantil de voleibol de Florianópolis, SC, em relação às habilidades motoras específicas da modalidade. Fizeram parte de amostra 90 participantes de ambos os sexos, sendo 31 da categoria Pré-Mirim (até 13 anos), 22 da categoria Mirim (até 14 anos) e 37 da Infantil (até 15 anos), de clubes da Grande Florianópolis vinculados à Federação Catarinense de Voleibol, que possuíam equipes de treinamento de base. Como instrumento foi utilizada a Escala de Habilidades Motoras no Voleibol testada e validada por Zacaron (2003). Neste estudo a análise das habilidades, distinguindo as relacionadas ao participante enquanto sujeito e as relacionadas ao participante enquanto parte de um grupo, permitiu verificar que as variações dos níveis de complexidade e organização da tarefa são fatores importantes no processo de aprendizagem.

Endereço: http://periodicos.uem.br/ojs/index.php/RevEducFis/article/view/3374/2402

Comentários


:-)





© 1996-2019 Centro Esportivo Virtual - CEV.
O material veiculado neste site poderá ser livremente distribuído para fins não comerciais, segundo os termos da licença da Creative Commons.