A Compreensão dos Professores de Educação Física Sobre o Currículo do Estado de São Paulo: Um Olhar a Partir das Etapas da Carreira Docente

Por: Gabriel da Costa Spolaor e .

Conexões - v.14 - n.1 - 2016

Send to Kindle


Resumo


Em 2010, foi criado, por intermédio da Secretaria de Educação do Estado de São Paulo, o Currículo do Estado de São Paulo (CEF-SP). Desde então, algumas pesquisas vêm se dedicando a estudar os impactos dessa implementação. Na tentativa de contribuir com novas observações, tivemos como objetivo geral nesta pesquisa analisar a compreensão dos professores da Rede Estadual de São Paulo sobre o Currículo de Educação Física vigente, e de forma específica, considerar a relação desta compreensão com as etapas da carreira docente dos professores. Como procedimentos metodológicos foram utilizadas entrevistas semi-estruturadas. Pudemos perceber certo desenvolvimento na construção da carreira dos professores de Educação Física, não de forma linear, mas de acordo com as relações e experiências socioculturais que cada um tomou contato. Todas essas características parecem influenciar na relação dos professores com o Currículo, visto que os sentidos dados, assim como as formas de utilização do material, variam de acordo com as necessidades e problemáticas encontradas em cada uma das etapas. Quando nos atentamos especificamente à compreensão dos conceitos teóricos presentes no currículo, foi possível perceber um entendimento pouco aprofundado por parte dos professores.

Referências:

¹SÃO PAULO (Estado). Secretaria da Educação. Proposta curricular do Estado de São Paulo: educação física – ensino fundamental ciclo II e ensino médio. São Paulo, 2008.

²SÃO PAULO (Estado). Secretaria da Educação. Currículo do Estado de São Paulo: linguagens, códigos e suas tecnologias – ensino fundamental ciclo II e médio. 2. ed. São Paulo, 2011.

³GEERTZ, C. A interpretação das culturas. Rio de Janeiro: LTC, 1989.

KUNZ, E. Transformação didático-pedagógica do esporte. Ijuí: Ed. da Unijuí, 1994.

KUNZ, E. Educação física: ensino & mudanças. Ijuí: Ed. da Unijuí, 1991.

AMUSQUIVAR, S. B. A educação física na proposta curricular do estado de São Paulo: visão dos professores. 2010. 75f. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação) - Faculdade de Educação Física, Universidade Estadual de Campinas, Campinas, 2010.

NEIRA, M. G. A proposta curricular no estado de São Paulo na perspectiva dos saberes docentes. Revista Brasileira de Educação Física e Esporte, São Paulo, v. 25, p. 23-27, nov. 2011.

ROCHA, R. L. F.A Prática pedagógica de educação física a partir do currículo de São Paulo. 2014. 187f. Dissertação (Mestrado em Educação Física) – Faculdade de Educação Física, Universidade Estadual de Campinas, Campinas, 2014.

SILVA, I. K.; SANTOS, B. R.; RODRIGUES JÚNIOR, J. C. A compreensão de professores sobre o currículo de educação física de ensino de São Paulo em comparação com a concepção de um dos autores do currículo. Conexões: revista da Faculdade de Educação Física da UNICAMP, Campinas, v. 12, n. 1, p. 59-84, jan./mar. 2014.

HUBERMAN, M. O ciclo de vida profissional dos professores. In: NOVOA, A. (Org.). Vidas de professores. 2. ed. Porto: Porto, 2007.

TRIVIÑOS, A. N. S. Introdução à pesquisa em ciências sociais: a pesquisa qualitativa em educação. São Paulo: Atlas, 1987.

Endereço: https://periodicos.sbu.unicamp.br/ojs/index.php/conexoes/article/view/8644768

Ver Arquivo (PDF)

Comentários


:-)





© 1996-2019 Centro Esportivo Virtual - CEV.
O material veiculado neste site poderá ser livremente distribuído para fins não comerciais, segundo os termos da licença da Creative Commons.