A Constituição da Intervenção Profissional em Educação Fisica : Interações Entre o Conhecimento Formalizado e a Noção de Competencia

Por: .

2003 10/02/2003

Send to Kindle


Resumo

Importantes reflexões e ensaios têm sido publicados sobre os pontos críticos da educação profissional, área de conhecimento e desempenho profissional em Educação Física. Empreendi como objetivo desse estudo identificar e compreender, junto aos profissionais de educação física, as categorias de conhecimento empregadas, as estratégias de ação que utilizam e as representações sobre suas próprias intervenções. Procurei estabelecer uma base teórica que permitisse a identificação de propriedades objetivas e subjetivas da intervenção profissional, de modo que, para compreender a combinação desses aspectos num cenário dinâmico, optei pelo encaminhamento metodológico dentro da abordagem qualitativa. Nesse sentido, a realização do estudo tipo etnográfico tornou-se uma estratégia fundamental para esclarecer como alguns processos se tornam significativos nas tomadas de decisão dos profissionais de educação física. A seleção dos participantes se deu intencionalmente, considerando, daqueles atuantes em academias de Londrina-PR, os que tivessem entre 7 e 25 anos na área, ministrantes de programas de atividades físicas. Participaram do estudo três profissionais de educação física responsáveis pelo desenvolvimento de programas de condicionamento físico para adultos. O processo de obtenção das informações se deu pela realização de observações, entrevistas e pela composição de um diário de campo. A partir da análise das entrevistas e o seu emparelhamento com as observações realizei a descrição, análise e discussão dos dados, os quais apresentei em três blocos: no primeiro, reuni algumas indicações gerais sobre quem são os informantes, seus trajetos profissionais e, sobretudo, as vivências e aspectos relacionados ao local de trabalho, onde eu os observei e acompanhei no decorrer de minha investigação; no segundo, busquei identificar o que está na base das articulações entre os diversos recursos que os profissionais detinham para enfrentar as situações profissionais; finalmente, no terceiro, pretendi estabelecer uma conexão entre o lido e o acontecido, buscando compreender e apreender o que estava subjacente à intervenção profissional. Nas considerações finais, os principais pontos a serem destacados são: (a) quanto às categorias de conhecimento ‘formalizado’: a busca, consulta e utilização de conhecimentos sistematizados por outros grupos profissionais, a importância da rede de relações com outros profissionais; (b) quanto às estratégias de ação empreendidas: adequações do conteúdo e da quantidade de informações, re-adequação do conhecimento reconhecido e “formalizado”, estratégias de comunicação e (c) quanto às representações que orientam os processos de tomada de decisão: as influências das histórias de vida dos profissionais e das redes de relações interprofissionais e interpessoais.

Endereço: http://www.bibliotecadigital.unicamp.br/document/?code=vtls000320916&opt=1

Comentários


:-)





© 1996-2018 Centro Esportivo Virtual - CEV.
O material veiculado neste site poderá ser livremente distribuído para fins não comerciais, segundo os termos da licença da Creative Commons.