A Constituição Social do Brincar: Um Estudo Sobre o Jogo de Papeis

Por: Silvana Bassan.

1997 25/08/1997

Send to Kindle


Resumo


Esta dissertação teve como preocupação central discutir a importância da atividade lúdica para o desenvolvimento infantil Ancorado nos fundamentos teóricos da perspectiva histórico-cultural propostos por L.S. Vygotsk:y, AN. Leontiev e D.E. Elkonin, este estudo procurou analisar de que forma a inserção diferenciada da palavra, quanto à posição que ocupa em relação à ação e ao objeto no jogo de papéis, altera o jogo e, alterando-o, provoca transformações na forma como a criança transgride os limites colocados pelo real. o estudo de campo foi realizado numa creche pública da cidade de Piracicaba, com crianças de 3 a 4 anos, enfocando-se especificamente as interações ocorridas entre elas durante a realização das atividades lúdicas. O material empírico constituiu-se por vídeo-gravações de episódios que foram posteriormente transcritos e analisados qualitativamente, focalizando as formas como se organizaram os jogos de papéis na perspectiva apresentada acima. As análises dos episódios revelaram a importância da atividade lúdica para o desenvolvimento infantil, em relação, principalmente, aos processos de significação. Apontou também para a necessidade de realização de estudos que ampliem a compreensão da atividade lúdica, enquanto forma de atividade humana que, por não estar definida à priori, depende de condições concretas para se desenvolver.
 

Endereço: http://www.bibliotecadigital.unicamp.br/document/?code=vtls000118886&opt=1

Ver Arquivo (PDF)

Tags:

Comentários


:-)





© 1996-2020 Centro Esportivo Virtual - CEV.
O material veiculado neste site poderá ser livremente distribuído para fins não comerciais, segundo os termos da licença da Creative Commons.