A Construção de Um Glossário Bilíngue de Futebol com o Apoio da Linguística de Corpus.

Por: Paulo Augusto Almeida Seemann.

2012 26/03/2012

Send to Kindle


Resumo

Ao tentar traduzir um texto específico sobre o tema futebol da língua espanhola para o português brasileiro ou vice-versa, o tradutor se depara com uma infinidade de termos típicos dessa área de especialidade que não constam em muitos dos atuais dicionários e glossários, ou constam de forma limitada, sem abranger muitas das situações reais de uso. Neste trabalho, construímos um glossário bilíngue e bidirecional que contempla os termos futebolísticos mais frequentes no par linguístico espanhol-português, usados rotineiramente na comunicação escrita. Partimos da suposição que a Linguística de Corpus forneceria os meios necessários para tal empreitada. A Linguística de Corpus permite estudar uma língua ou variedade linguística por computador, por meio de evidências empíricas encontradas em um corpus, entendido como um conjunto de dados linguísticos textuais em formato eletrônico e coletado de forma criteriosa. Esta dissertação está dividida em cinco partes. Como introdução, falamos de alguns aspectos históricos das línguas portuguesa e espanhola, da influência do futebol em nossa sociedade, de problemas encontrados em dicionários e glossários, e do potencial das notícias futebolísticas da Internet como referência para a construção do glossário que propomos. Na segunda parte, comentamos a Linguística de Corpus como abordagem e método de investigação, os tipos de corpora e a composição de nosso corpus de estudo, a questão da equivalência na tradução e a forma como selecionamos os termos e seus equivalentes tradutórios, tendo como base a comparação de notícias futebolísticas do Brasil, da Espanha e da Argentina, além da extração e observação de palavras-chave, com a ajuda de ferramentas eletrônicas específicas. Na terceira parte, discutimos as questões terminológicas que envolvem este estudo, especialmente as decisões tomadas para a macro e microestrutura de nosso glossário. Na quarta parte, demonstramos como o glossário pode ser apresentado ao consulente e oferecemos uma amostra de verbetes. Na quinta e última parte, fazemos as considerações finais, em que concluímos que a Linguística de Corpus, como abordagem e metodologia, confirmou-se eficiente para a construção do glossário bilíngue, pois a exploração de corpora especializados permitiu identificar os principais termos futebolísticos e seus equivalentes tradutórios usados na comunicação escrita do jornalismo brasileiro, espanhol e argentino, resultando em uma obra de referência bilíngue específica do futebol com quase quatro mil verbetes; todos com exemplos reais de uso

Endereço: http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/8/8145/tde-13072012-090040/pt-br.php

Ver Arquivo (PDF)

Comentários


:-)





© 1996-2019 Centro Esportivo Virtual - CEV.
O material veiculado neste site poderá ser livremente distribuído para fins não comerciais, segundo os termos da licença da Creative Commons.