A Coragem de Brincar

Por: Luiz Alberto Lorenzetto.

Motriz - v.7 - n.1 - 2001

Send to Kindle


Paralelando a afirmação de Descartes, "penso, logo existo"pois o pensamento era para ele a única garantia da sua existênciao presente estudo poderia ter o título de "jogo, logo sou." Além do jogo garantir a integridade do homem, reúne a coragem de ser, de despertar, de sentir, de criar, de brincar e de compartilhar, pois o mundo é o espaço e o tempo onde o Homem joga e desenvolve a sua humanidade. Assim, "jogo, logo sou." Estar no mundo é estar do jeito que eu jogo, e o jeito que eu jogo é o jeito que eu percebo, que eu crio, que eu sinto e que eu sou. Jogar apresenta-se como um sistema aberto de energia, de motivação e de comunicação. Jogar é um meio de valorização da vida e aceitação da morte, que tenta evitar a devastação desnecessária do ser humano e de sua humanidade.

Endereço: http://www.rc.unesp.br/ib/efisica/motriz/07n1/Lorenzetto.pdf

Tags:

Comentários


:-)





© 1996-2020 Centro Esportivo Virtual - CEV.
O material veiculado neste site poderá ser livremente distribuído para fins não comerciais, segundo os termos da licença da Creative Commons.