Send to Kindle


Resumo

A participação da criança no judô tem se desenvolvido bastante nas duas últimas décadas. Oobjetivo deste trabalho é analisar a participação decrianças no judô de alto rendimento, a partir da visão dos sujeitos que atuam deste contexto: família, treinadores e atletas do sexomasculino da classeinfantil (9 e e10 anos). O estudo caracteriza-se como descritivo-exploratório de corte qualitativo e cunho etnográfico. Otrabalho ocorreu noperíodo de 12de agosto à 8 de dezembro de 1997. Foram realizadas entrevistas com familiares, atletas, treinadores dirigentes esportivos, médico e massagista, totalizado 52 entrevistas. Também foram realizadas observações em treinamentos, no campeonato brasileiro infantil de 1997 e análise de documentos dafederação Gaúcha de Judô. Aanálise das informações obtidas demonstrou quea idade média de iniciação na modalidade foi de 5 anos. Amaioria iniciouem escolas e pré-escolas ingressando no clube em função doseu bom desempenho em competições. Aparticipação da família podeser um fator importante tanto no sucesso esportivo da criança quanto no abandono do esporte. Nos treinamentos os exercícios eram bastante repetitivos, realizados de maneira unilateral, com raras atividades lúdicas. Constatamos um aumento no número de competições na classe infantil, três vezes nos últimos anos. Ficou claro o fenômeno da especialização esportiva precoce no judô. Acompetição na infância tem aspectos positivos e negativos na formação da criança. Sugerimos que os treinamentos sejam menos repetitivos, mais lúdicos, buscando a formação global, e que as competições nesta fase devam ser realizadas em formas de equipe.

Tags: ,

Comentários


:-)





© 1996-2019 Centro Esportivo Virtual - CEV.
O material veiculado neste site poderá ser livremente distribuído para fins não comerciais, segundo os termos da licença da Creative Commons.