A Criatividade Como Alavanca Para Uma Melhor Gestão Desportiva

Por: Daiane Miranda de Freitas e Mafalda Moreira.

Revista Portuguesa de Ciências do Desporto - v.9 - n.2 - 2009

Send to Kindle


Resumo

O objectivo deste estudo é demonstrar que a criatividade amplia o espectro de soluções possíveis para as questões pre-sentes nas actividades diárias de um Gestor Desportivo e das organizações desportivas. Metodologicamente, os dados foram recolhidos da revisão bibliográfica dos principais autores sobre criatividade e pensa-mento sistémico. Num primeiro momento, o tratamento dos dados baseou-se na relação da “5ª disciplina” de Peter Senge com os princípios, práticas e a essência de cada uma das cinco disciplinas em aprendizagem. Em seguida, no cruzamento das cinco disciplinas com factores de incentivo e barreira à criativi- dade dentro de uma abordagem sistémica e a partir de concei- tos da criatividade organizacional e do pensamento sistémico.O resultado obtido mostrou-nos informações que poderão sub- sidiar o trabalho do Gestor Desportivo no sentido de promover o seu potencial criativo. Verifica-se, porém, a existência de diversas barreiras e incentivos à criatividade, as quais devem ser evitadas ou fomentadas, respectivamente, para se obter efi- cácia na gestão da organização. A criatividade actua como fac- tor impulsionador da inovação na Gestão Desportiva, uma vez que surgem diversas soluções possíveis para as questões do dia-a-dia do Gestor e das organizações, constituindo-se uma alavanca para uma melhor Gestão.

Endereço: http://www.fade.up.pt/rpcd/_arquivo/artigos_soltos/vol.9_nr.2_supl.1/1.02.pdf

Comentários


:-)





© 1996-2019 Centro Esportivo Virtual - CEV.
O material veiculado neste site poderá ser livremente distribuído para fins não comerciais, segundo os termos da licença da Creative Commons.