Da Crisálida-Borboleta: a Liberdade de Brincar e Se Movimentar no Mundo da Vida da Criança

Por: .

Corpoconsciência - v.20 - n.1 - 2016

Send to Kindle


Resumo

O texto propõe uma metáfora da infância como crisálida que auto germina crianças-borboletas. Reconhece o livre brincar e se movimentar como ação imanente ao mundo da vida da criança que cresce com autonomia, metamorfoseando-se constantemente. As crianças sabem do que precisam e necessitam apenas do auxílio dos adultos para seguir adiante na sua luta pela sobrevivência, pois brincar e se movimentar promove todas condições necessárias para que estabeleçam um diálogo profícuo com o mundo, realizando experiências significativas. O excesso de trabalho escolar e a supressão da liberdade para brincar as infla com coisas desnecessárias interferindo na autopoiese gestada pela infância-crisálida. As crianças precisam descobrir o mundo por si mesmas pelas asas de sua imaginação, libertas da coerção dos adultos. Aspiramos que as crianças germinem e respirem como borboletas coloridas, esvoaçantes e habitem legítimos jardins de infância enquanto territórios férteis que cultivam curiosas mariposas que fecundam inúmeras flores pelo mundo afora.

Endereço: http://periodicoscientificos.ufmt.br/ojs/index.php/corpoconsciencia/article/view/4150

Ver Arquivo (PDF)

Comentários


:-)





© 1996-2019 Centro Esportivo Virtual - CEV.
O material veiculado neste site poderá ser livremente distribuído para fins não comerciais, segundo os termos da licença da Creative Commons.