A Cultura do Lúdico e a Cultura da Escola: Encontros e Divergências

Por: Giovanina Gomes de Freitas Olivier e .

V Encontro de História do Esporte, Lazer e Educação Física - CHELEF

Send to Kindle


Resumo

Ms. Grupo de estudos e pesquisa Lazer e Educação Faculdade de Educação Física — UNICAMP Resumo: Neste artigo, discutimos o lúdico enquanto componente específico da infância, buscando traçar suas relações com o universo escolar. Percebemos que, apesar da importância da dimensão lúdica na vida das crianças, a escola, tal como hoje ainda tradicionalmente se posiciona, confere a ela pouca expressão, quando não a rejeita completamente. O lúdico é esvaziado de suas características fundamentais, e a Escola dele se apropria cm atividades de "lazer" que apenas mantêm o status quo. Enfatizamos a importância do lúdico como o aspecto revolucionário e criativo da educação, que se manifesta através das contradições geradas pelo próprio universo escolar. Sugerimos que a Educação Física tem um papel fundamental neste processo. Nossa proposta baseia-se na "pedagogia da animação" de N. C. Marcellino e na "pedagogia marxista da alegria" de G. Snyders.

Ver Arquivo (PDF)

Comentários


:-)





© 1996-2019 Centro Esportivo Virtual - CEV.
O material veiculado neste site poderá ser livremente distribuído para fins não comerciais, segundo os termos da licença da Creative Commons.