A Cultura Docente de Professores de Educação Física de Uma Escola Profissionalizante: Saberes e Práticas Profissionais em Contexto de Ações Situadas

Por: José ângelo Gariglio.

291 páginas. 2004 24/08/2004

Send to Kindle


Resumo

Esta tese inscreve-se no âmbito de estudos que se interessam pelo processo de edificação e constituição dos saberes docentes. Mais especificamente trata-se de uma investigação sobre os saberes da base profissional de três professores de Educação Física de uma escola de educação profissional da Rede Federal de Ensino. Procura analisar qual a relação existente entre os saberes profissionais necessários ao ensino e o componente curricular ensinado. A pesquisa busca compreender, por meio de entrevistas com professores de EF, diretores, especialistas e alunos, de observação do cotidiano de trabalho dos professores e de análises de documentos produzidos pela escola e pelos professores, como os professores de EF concebem seus saberes docentes em função de aspectos sui generis que envolvem o ensino desse componente curricular dentro do espaço escolar. Tomando como ponto de partida que o objeto de ensino da EF, ou seja, seus conteúdos de ensino são diferentes das demais disciplinas escolares, que os papéis atribuídos a essa disciplina no currículo escolar são diferenciados, que as condições ambientais onde o ensino se materializa (a sala de aula da EF) encerra um conjunto de particularidades, questiona-se qual seria o lugar, o peso e o significado do referido componente curricular no processo de construção dos saberes pedagógicos de seus professores. Parte do pressuposto que os saberes dos professores são situados, construídos em função das situações particulares e singulares de trabalho e que é nessa relação específica de trabalho que esses saberes ganham sentido e validade. Centra-se basicamente em quatro ordens de questões relativas às aprendizagens do trabalho docente, ou seja, a trajetória préprofissional, a formação inicial, a totalidade da experiência profissional na escola e o ensino da disciplina escolar. Mostra que os professores de EF aprendem desde muito cedo que o trabalho docente em EF se diferencia da ação profissional nas demais disciplinas escolares, porque exigiria o domínio de determinados saberes profissionais capazes de interferir mais diretamente no processo de formação geral dos alunos do que propriamente na instrução dos conhecimentos disciplinares. Por fim, aponta que os estudos sobre os saberes docentes devem avançar para se contrapor à idéia da existência de uma cultura docente, comum ao conjunto dos professores. Coloca-se ao lado de estudos que apontam para a existência de culturas profissionais estruturadas por diversas condições de trabalho, como, por exemplo, ordens escolares, setores de ensino, campos de ensino e estabelecimentos de ensino. Os saberes docentes são, portanto, marcados por essa diversidade, porque trazem consigo as condições de trabalho realmente efetuadas pelos diferentes subgrupos de professores e pelas suas missões educativas específicas.

Endereço: https://www.maxwell.vrac.puc-rio.br/Busca_etds.php?strSecao=resultado&nrSeq=5696@1

Ver Arquivo (PDF)

Comentários


:-)





© 1996-2019 Centro Esportivo Virtual - CEV.
O material veiculado neste site poderá ser livremente distribuído para fins não comerciais, segundo os termos da licença da Creative Commons.