A Dança: Laboratório Multicultural - Relato de Experiência

Por: Márcia Virgínia Bezerra de Araújo.

Corporis - n.2 - 1997

Send to Kindle


Resumo

Este trabalho propõe avaliar e colocar em discussão uma experiência com o ensino da dança na Escola João Pernambuco e no Centro de Criatividade Musical, que, por sua vez, remete às reflexões iniciadas na monografia "A dança na Escola: Cultura corporal de massa, popular ou erudita?(1993)" Considerando a análise feita anteriormente das diferenças e semelhanças da dança nas três vertentes culturais, como também a observação da vida extra-escolar de alunos adolescentes, a prioridade tem sido colocar em prática um caminho metodológico para o ensino da arte do movimento corporal, de maneira que acompanhe a evolução da sociedade contemporânea. Admitindo ser uma questão de acesso o fato de que os alunos têm se adaptado a formas culturais importantes consumidas e reproduzidas, a perspectiva é de que haja uma superação e ampliação de seus repertórios musicais/corporais, bem como a construção de um novo conhecimento estético, através do reconhecimento de uma estética universal da cultura corporal.Ao transformar uma aula formal num laboratório de integração de diferentes ritmos e formas de expressão pelo movimento, acredita-se na existência de uma aliança entre os sentidos educativo, estético e cultural.

Endereço: http://www.upe.br/corporis2/artigo2.html

Tags:

Comentários


:-)





© 1996-2019 Centro Esportivo Virtual - CEV.
O material veiculado neste site poderá ser livremente distribuído para fins não comerciais, segundo os termos da licença da Creative Commons.