A Disseminação de Pesquisas Sobre Lazer em Periódicos Científicos

Por: Alexander Klein Tahara, , e Sandro Carnicelli Filho.

XI Congresso de Educação Física e Ciências do Desporto dos Países de Língua Portuguesa

Send to Kindle


Resumo

Este estudo, de natureza qualitativa, investigou a incidência da disseminação das
pesquisas sobre lazer no Brasil, em periódicos científicos. Para o desenvolvimento
do estudo, foi adotada a base corrente da Plataforma Lattes do CNPq, focalizandose os grupos de pesquisa que continham no título o termo lazer. Sob esta
caracterização, foram encontrados 17 grupos, de várias regiões do Brasil e vinculados
a diferentes Instituições Universitárias. Deste levantamento, optou-se por limitar a
análise aos líderes ou coordenadores destes grupos, a partir do Curriculum Lattes,
levando em consideração apenas o triênio de 2003 a 2005. Os dados foram coletados
na base corrente de grupos de pesquisa, visualizada durante a segunda quinzena do
mês de fevereiro de 2006. Dos 17 líderes encontrados, 15 são doutores e 2 mestres.
Durante a pesquisa foram citadas 35 revistas diferentes, demonstrando uma grande
diversidade de veículos de publicação, não havendo preocupação com a indexação
dos periódicos. Esta variedade tem relação com o fato de os líderes serem provenientes
de diferentes áreas de formação ou atuação profissional. A soma dos artigos
registrados nos Curriculi dos coordenadores totalizou 100 publicações, sendo 71
destas em forma de artigos completos. Entre estes, 55 foram em periódicos nacionais
e 16 em internacionais. Em relação às publicações particularmente veiculadas em
revistas específicas do campo do lazer, tanto nacionais quanto internacionais, apenas
9 foram encontradas, o que leva à inquietação sobre a consolidação da área e sobre
a dificuldade de publicação neste campo. Parcela significativa dos artigos, totalizando
15, foi publicada em revistas digitais, o que pode proporcionar uma reflexão acerca
dos novos meios de divulgação de pesquisas científicas, possibilitando maior acesso
e maior velocidade de captação da informação. Com base nos resultados do estudo,
pode-se observar um nível de produção de artigos científicos em periódicos, ainda
baixo no campo do lazer, no último triênio, já que, proporcionalmente, se for traçada
uma relação entre a quantidade de artigos e de coordenadores, obtém-se um número
aproximado de 1.96 artigos/pesquisador/ano. Torna-se premente a ampliação das
possibilidades de disseminação do conhecimento sobre o lazer, para que este
efetivamente se consolide como campo de estudo, bem como, a renovação dos
valores concernentes à necessidade de fomento de periódicos especializados.

Endereço: http://citrus.uspnet.usp.br/eef/uploads/arquivo/78_Anais_p447.pdf

Ver Arquivo (PDF)

Tags:

Comentários


:-)





© 1996-2019 Centro Esportivo Virtual - CEV.
O material veiculado neste site poderá ser livremente distribuído para fins não comerciais, segundo os termos da licença da Creative Commons.