A Dor Entre Atletas de Alto Rendimento

Por: Elisa Martins da Silva, Ivan Sant´ana Rabelo e .

Revista Brasileira de Psicologia do Esporte - v.3 - n.1 - 2010

Send to Kindle


Resumo

A dor pode ser definida como "experiência sensorial e emocional desagradável, associada a lesões teciduais reais ou potenciais". Dessa maneira, percebe-se que a associação estabelecida entre lesão-estímulo doloroso envolve razões biológicas e um importante componente subjetivo. Este trabalho tem como objetivo avaliar como os atletas convivem, encaram e controlam os episódios dolorosos, sua capacidade em discriminar os diferentes tipos de dor, bem como sua sensibilidade em responder aos sinais e limites, condições essenciais na busca pelo melhor resultado para a equipe e para si próprio. Para tanto foram utilizados Inventário da Dor para o Esporte e relatos em formato de histórias de dor em 32 atletas participantes dos Jogos Abertos Brasileiros de 2009. Os dados apontam que as representações sobre a dor variam conforme a faixa etária e o gênero, o que reforça o componente subjetivo implicado nessa percepção, exigindo cuidados dos profissionais que irão lidar com os pacientes nessas condições.

Endereço: http://pepsic.bvsalud.org/scielo.php?script=sci_pdf&pid=S1981-91452010000100006&lng=pt&nrm=is&tlng=pt

Comentários


:-)





© 1996-2020 Centro Esportivo Virtual - CEV.
O material veiculado neste site poderá ser livremente distribuído para fins não comerciais, segundo os termos da licença da Creative Commons.