A Educação do Corpo no Projeto Anisiano de Educação

Por: Marcia Morel.

208 páginas. 2016 20/04/2016

Send to Kindle


Resumo

Esta investigação tomou como hipótese que o projeto pedagógico anisiano destacava a importância do ensino da música, artes, desenho, educação física, recreação e jogos, a fim de reforçar um ideal de educação voltado para o corpo. Percebemos que, na concepção anisiana, essas atividades alargavam a experiência escolar para além das disciplinas tradicionais, progredindo para aquelas que educam a sensibilidade e a expressividade do corpo nas artes cênicas e musicais, nos esportes e nos jogos de forma sistemática e escolarizada. Esse alargamento da experiência, no qual o corpo ganha outro status na escolarização, traz em tese a ideia de uma educação ampliada de tempo integral para superar aquela escola de tempo parcial, fragmentada, intelectualista, verbal e afastada da vida. Seguindo essa linha provável, os objetivos específicos com os quais trabalhamos procuraram identificar e analisar qual o papel da educação do corpo no projeto anisiano de educação por meio das fontes primárias, da produção científica da educação, da historiografia da educação e da educação física. Do mesmo modo, procurou-se analisar o papel da educação do corpo no projeto pedagógico de educação do Centro Educacional Carneiro Ribeiro (Bahia) e da Escola Guatemala (Rio de Janeiro). O processo investigativo ocorreu de forma exploratória numa perspectiva historiográfica, sendo assim, nosso modelo de análise foi baseado nas contribuições dos campos disciplinares que tratam da educação do corpo, observando os incentivos, os constrangimentos, a formação de hábitos corporais e morais no projeto anisiano de educação. Para essa incumbência tomamos como empréstimo o paradigma indiciário, testando hipóteses construídas ao longo da investigação a partir das pistas e indícios encontrados, buscando iluminar novas e antigas evidências (GINZBURG, 2011). O projeto anisiano, a partir da filosofia educacional de Dewey e dos ideais democráticos americanos, teve como identidade uma escola pública, laica, gratuita, universal e obrigatória. A ideia de uma educação ampla, rica em experiências culturais, dinâmica, alegre, ativa e voltada para o fazer está ligada, portanto, ao ideal liberal e igualitarista de Anísio Teixeira. O fazer é central na perspectiva pedagógica de Anísio. As práticas corporais eartísticas permeariam o currículo com diversas atividades caracterizando uma educação ampla em tempo integral. Assim, a criança passaria de uma escola de ouvir para uma escola do ver, do observar, do experimentar e do fazer. Concluímos que revisitar o projeto anisiano nos fez entender que a escola está centrada num lócus de razão instrumental, onde as disciplinas de expressão corporal e artística tradicionalmente estão inseridas no currículo formal,mas, historicamente, são relegadas a segundo plano e consideradas como menos importantes. A lógica de sua dimensão educativa foi deslocar o lugar da educação do corpo e das sensibilidades para um lugar de destaque no currículo, investindo no tempo e no espaço escolar conferindo novos sentidos e significados.

Endereço: http://www.eefd.ufrj.br/stricto-sensu

Ver Arquivo (PDF)

Comentários


:-)





© 1996-2019 Centro Esportivo Virtual - CEV.
O material veiculado neste site poderá ser livremente distribuído para fins não comerciais, segundo os termos da licença da Creative Commons.