A Educação Esportiva de Meninas na Escola Pública: Experiências Positivas de Gênero na Educação Física

Por: Simone Cecilia Fernandes.

132 páginas. 2016 19/02/2016

Send to Kindle


Resumo

A tese se insere no campo dos estudos de gênero e analisa a educação esportiva de meninas na escola pública a partir das narrativas de oito docentes da Rede Municipal de Campinas, SP, que ensinam esportes coletivos às alunas em suas aulas. A pesquisa de campo foi realizada por meio de entrevistas semiestruturadas e as análises das entrevistas foram qualitativas, buscando tecer os fios de sentidos entre as falas docentes e investigar "o que está em jogo" quando ensinam esportes coletivos a elas. Para este ensinamento, as experiências docentes envolveram enfrentamentos às relações de gênero patriarcais que tendem a afastar as alunas dos bem fazeres esportivos na escola. Os agires docentes romperam com uma lógica de gênero hegemônica nas aulas, tanto no que se refere à utilização equitativa dos espaços e tempo na educação física, quanto no tocante aos conteúdos ensinados e ao ensino da fisicalidade própria dos fazeres esportivos às meninas. Os corpos das alunas se tornaram hábeis nos esportes e essa educação esportiva lhes permitiu acessar diferentes possibilidades de experimentar o contexto escolar, as quais se distinguiam de uma feminilidade enfatizada, oportunizando outras sociabilidades e experiências corporais a elas. Nestas tessituras, as diferenças que se desenhavam no chão da quadra entre meninos e meninas foram situadas a partir das distintas experiências corporais a que discentes estavam expostos na escola e fora dela. Professoras e professores narraram que as diferenças de saberes e fazeres corporais esportivos entre meninos e meninas não eram efeito de uma natureza corpórea distinta, mas sim das distintas experiências corporais a que estavam sujeitos em suas vidas. Ao ensinar esportes às meninas, docentes enfrentavam cotidianamente situações hierarquizadas, as quais atuavam na estigmatização de alguns meninos e em noções inferiorizantes sobre os fazeres esportivos das meninas na escola. Suas práticas de ensino ocasionaram rupturas com estas ocorrências que hierarquizam as vidas. Não obstante às adversidades que permeiam o ensino de esportes coletivos às meninas na escola pública, estas professoras e professores ensinaram esportes às alunas e enfrentaram, em seus cotidianos escolares, dificuldades e desafios que não as/os afastaram do desejo primeiro, latente, de ensinar a todos/as.

Endereço: http://www.bibliotecadigital.unicamp.br/document/?code=000967249&opt=1

Ver Arquivo (PDF)

Comentários


:-)





© 1996-2018 Centro Esportivo Virtual - CEV.
O material veiculado neste site poderá ser livremente distribuído para fins não comerciais, segundo os termos da licença da Creative Commons.