A Educação Física no Colégio Estadual do Espírito Santo: Indícios da Escolarização de Uma Disciplina Entre os Anos de 1943 e 1957

Por: Denise Maria da Silva Ribeiro, Grasiela Martins Lopes Poleze, Mariana Rocha Lucio e Thiago Ferraz Will.

XVIII Congresso Brasileiro de Ciências do Esporte e V Conice - CONBRACE

Send to Kindle


Resumo

Busca analisar as transformações na Educação Física nas décadas de 1940 e 1950, tendo como objeto de estudo o Colégio Estadual do Espírito Santo. Opera com o referencial teórico-metodológico da História Cultural, nos termos das estratégias e táticas, lutas de representações e do paradigma indiciário. Utiliza como fonte o arquivo do Colégio que na época, materializava o ideário de modernidade pedagógica na região. Nesse período, a Educação Física torna-se progressivamente mais esportivizada e menos associada à ginástica, o que permite perceber que uma mudança mais geral em torno da Educação Física estava sendo processada, deixando de se fundamentar menos nas práticas de correção da deformação e voltando-se para o discurso da competição por meio das olimpíadas escolares.

Comentários


:-)





© 1996-2018 Centro Esportivo Virtual - CEV.
O material veiculado neste site poderá ser livremente distribuído para fins não comerciais, segundo os termos da licença da Creative Commons.