A Educação Física Inclusiva e a Atuação do Professor Junto Aos Alunos

Por: Renata Alves Rios e Tainã Cézar Gonzaga Nascimento.

11° Congresso Brasileiro de Atividade Motora Adaptada - CBAMA

Send to Kindle


Resumo

A participação de pessoas com deficiência na Educação Física, desportos ou atividades de lazer é profundamente influenciada pelo conceito e pela construção que temos e fazemos sobre a deficiência e sobre a própria atividade motora. Se concebermos a deficiência exclusivamente como um infortúnio a ser lamentado e que este torna o indivíduo dependente e incapaz de ser autônomo por toda a vida, essa representação nos conduzirá a uma proposta de trabalho completamente diferente daquela que poderia se construir caso concebêssemos as atividades enquanto caminho para que essas pessoas consigam uma maior autonomia e independência e sejam capazes de gerir a sua própria vida. Diante disso, os maiores objetivos do estudo foram: conhecer o conceito, os objetivos e os benefícios da Educação Física inclusiva no âmbito escolar, entender como deve ser a atuação do professor com as pessoas com deficiência e refletir sobre a atuação do profissional perante as diferenças, utilizando a pesquisa exploratória como método de pesquisa, onde concluímos que a Educação Física, como proposta curricular, está inserida no contexto escolar e deve estar apta para atender os alunos com deficiência.

Comentários


:-)





© 1996-2020 Centro Esportivo Virtual - CEV.
O material veiculado neste site poderá ser livremente distribuído para fins não comerciais, segundo os termos da licença da Creative Commons.