A Educação Física na Bncc: Concepções e Fundamentos Políticos e Pedagógicos

Por: Carlos Henrique Magalhães, Eliane Maria de Almeida, Keros Gustavo Mileski e Telma Adriana Pacífico Martineli.

Motrivivência - v.28 - n.48 - 2016

Send to Kindle


Resumo

O objetivo deste artigo é apresentar uma análise do componente curricular educação física presente nas versões preliminares BNCC e apreender, fundamentalmente, a concepção de educação física, o papel da educação e a formação do aluno e conteúdos de ensino, implícitos nos objetivos de aprendizagem. A análise dos documentos possibilitou identificar que a concepção de educação física fenomenológica/sociológica e por isso, valoriza a subjetividade humana e o indivíduo, a formação do cidadão para a cidadania e o trabalho, secundarizando a ação do professor.  Essa concepção converge com os fundamentos das políticas para a educação e cultura, no âmbito geral, dos organismos internacionais. Em tempos de crise econômica mundial, e de avanço das políticas neoconservadoras no Brasil, a BNCC e o componente curricular educação física em seus objetivos de aprendizagem, vêm reforçar e disseminar valores e princípios necessários à reestruturação produtiva e adequa-se e afina-se a política governamental em vigor.

Endereço: https://periodicos.ufsc.br/index.php/motrivivencia/article/view/2175-8042.2016v28n48p76

Ver Arquivo (PDF)

Comentários


:-)





© 1996-2016 Centro Esportivo Virtual - CEV.
O material veiculado neste site poderá ser livremente distribuído para fins não comerciais, segundo os termos da licença da Creative Commons.