A Educação Física nas Séries Iniciais do Ensino Fundamental das Escolas Publicas Municipais de Muriaé

Por: Fernando César Barbosa.

60 Reunião Anual da SBPC

Send to Kindle


INTRODUÇÃO:

A educação física integra o quadro de disciplinas do núcleo comum das séries iniciais do ensino fundamental. De acordo com Freire (1994), há muito tempo também se discute quem deve ministrar aulas de educação física na pré-escola e nas séries iniciais do ensino fundamental. A história nos revela que, inicialmente, essa disciplina foi ministrada por indivíduos ligados à instituição militar e, depois, passou a ser responsabilidade do (a) professor (a) regente (VAGO, 1999). Com o passar dos anos, viemos observando, paulatinamente, uma tendência (e mesmo uma reivindicação!) para que as aulas de educação física tanto da educação infantil como das séries iniciais do ensino fundamental fossem ministradas pelo profissional habilitado na respectiva área: o professor de educação física. Nas escolas públicas municipais de Muriaé-MG é o professor regente quem ministra as aulas/atividades relacionadas à educação física. Nesse sentido, o presente estudo buscou respostas para o seguinte questionamento: como a educação física está sendo ministrada nas séries iniciais das escolas públicas municipais de Muriaé pelos seus professores regentes?

METODOLOGIA:

Essa pesquisa foi realizada com 42 professores regentes do pré-escolar à 4ª série do ensino fundamental atuantes em 5 escolas da rede municipal, num universo de 48 escolas. Os dados foram coletados a partir de um questionário estruturado com perguntas abertas e fechadas abordando aspectos referentes à atuação do professor regente com a educação física em suas respectivas turmas.

RESULTADOS:

A análise dos dados revelou que 80% das professoras regentes trabalham com a educação física em suas aulas. Elas declararam desenvolver os seguintes tipos de atividades: 64% - brincadeiras e jogos (amarelinha, pular corda, telefone sem fio, rodar bambolê); 14% - queimada; 9% - futebol; 13% - atividades diversas (ginástica, dança, e utilização do parquinho da escola). Os objetivos atribuídos a essas atividades foram os seguintes: desenvolver a psicomotricidade (60%); socialização (21%); desenvolver o espírito de competição (8%); trabalhar os grandes músculos (5%); desenvolver o gosto pelo esporte (3%); disciplinar os alunos (3%). A freqüência com que às atividades são ministradas são as seguintes: 1 vez por semana (60%); 2 vezes por semana (28%); 3 vezes por semana (3%); 4 vezes por semana (3%); todos os dias (3%); eventualmente (3%). Dentre as que responderam não ministrar tais aulas/atividades - 20% das entrevistadas -, as alegações foram as seguintes: falta de espaço (62%); falta de materiais (23%); falta de conhecimento na área de educação física (15%).


CONCLUSÕES:

Apesar da maioria das professoras regentes ter mencionado que desenvolvem atividades relacionadas à educação física, observa-se que os objetivos atribuídos às mesmas são vagos e muito gerais. Além disso, a freqüência com que à maioria realiza tais atividades pode ser considera muito baixa tendo em vistas que as demandas por atividade motora nesse segmento de ensino são grandes. Nesse sentido, podemos concluir que, enquanto o poder público não garantir a atuação do professor de educação física na educação infantil e nas séries iniciais do ensino fundamental, será preciso oferecer às professoras regentes cursos de formação continuada que subsidiem a sua prática em educação física, encorajando também aquelas que ainda não desenvolvem esse conteúdo.

Tags: , , ,

O que são tags? Tags são palavras-chave (relevantes) usadas, no CEV, para classificar um determinado conteúdo.
Que tal sugerir uma?

Comentários


:-)





© 1996-2014 Centro Esportivo Virtual - CEV.
O material veiculado neste site poderá ser livremente distribuído para fins não comerciais, segundo os termos da licença da Creative Commons.