A Educação Física no Colégio Estadual do Espírito Santo: Atores, Práticas e Representações (1943-1957)

Por: Grasiela Martins Lopes Poleze.

2014 29/04/2014

Send to Kindle


Resumo

O estudo faz parte da pesquisa História e memória da Educação Física e do esporte no Espírito Santo: autores, atores e instituições (1931-1961). Busca compreender o processo de institucionalização da Educação Física como disciplina escolar na região do Espírito Santo, entre as décadas de 1940 e 1950. Tem como objeto de investigação a Educação Física no Colégio Estadual do Espírito Santo, objetivando perceber um pouco de suas práticas, dos seus atores e de suas representações na sociedade capixaba. Como referencial teórico-metodológico, utiliza os conceitos de estratégias e táticas, lutas de representações e do paradigma indiciário. As fontes para o estudo são o arquivo do Colégio Estadual do Espírito Santo, o arquivo permanente do Centro de Educação Física e Desportos da Universidade Federal do Espírito Santo, os artigos da revista Vida Capichaba e dos jornais A Gazeta e A Tribuna nas seções esportivas, o arquivo Aloyr Queiroz de Araújo (ex-professor do colégio), bem como entrevistas realizadas com os atores que fizeram parte da história da instituição investigada. As produções acadêmicas revelam uma história do Colégio Estadual contada com base em documentos oficiais e narrada a partir dos antagonismos relacionados entre o desejo da sociedade capixaba em se modernizar perante o Brasil e as verdadeiras condições estruturais dessa instituição em tornar esse sonho possível. No período focalizado, a Educação Física escolar passa a se tornar progressivamente mais esportivizada e menos relacionada com o ensino da ginástica, em função da valorização do movimento olímpico no início do século XX, dos esportes após a Segunda Guerra Mundial e também das mudanças econômicas ocorridas no Brasil e no Espírito Santo. Muda-se o foco de atuação da Educação Física da busca pela ortopedia para a busca pela eficácia. Matérias localizadas nos impressos indiciam a importância que a instituição assume para a formação da elite capixaba, o que acontece também com referência ao esporte, uma vez que as conquistas do colégio, no campo esportivo, aparecem constantemente nos periódicos analisados. A presença do colégio, nos momentos cívicos representados nos documentos, realça o sentimento patriótico da juventude, mesmo pelo incentivo de políticas estatais. O esporte, no contexto estudado, indica o esforço dessa sociedade em evidenciar os avanços obtidos na busca pela superação de sua condição político-econômica e como parte do seu projeto para o engajamento na modernização do País. As entrevistas demonstraram alguns contrapontos entre o que se pretendia com os ideais projetados para a escola e para a Educação Física e as posturas reais de alguns de seus atores. O esporte é apontado como uma prática presente e valorizada nas atividades escolares, confundindo-se com as práticas realizadas nas aulas de Educação Física.

Endereço: http://www.educacaofisica.ufes.br/pt-br/pos-graduacao/PPGEF/detalhes-da-tese?id=7691

Comentários


:-)





© 1996-2018 Centro Esportivo Virtual - CEV.
O material veiculado neste site poderá ser livremente distribuído para fins não comerciais, segundo os termos da licença da Creative Commons.