A Eficácia dos Programas de Ganho de Força Muscular nos Membros Inferiores, na Melhora da Marcha em Idosos Comunitários

Por: érica Letícia dos Santos Oliveira.

18 páginas. 2015 28/11/2015

Send to Kindle


Resumo

O envelhecimento populacional é atualmente um fenômeno mundial que atinge não somente países desenvolvidos, como também os países de terceiro mundo. As alterações fisiológicas do envelhecimento levam às mudanças características nos padrões de movimento. Atualmente, a velocidade de marcha tem sido estudada como marcador de saúde em idosos. Objetivo: Avaliar a eficácia dos programas de fortalecimento muscular de membros inferiores, na marcha de idosos. Métodos: Revisão bibliográfica de estudos sobre a influência do fortalecimento muscular de membros inferiores na marcha de idosos, pesquisados nas bases de dados Medline, SciELO, Pubmed, Periódicos Capes, Pedro, Lilacs. Foram incluídos estudos com indivíduos com idade superior ou igual a 60 anos, submetidos à o fortalecimento muscular de membros inferiores. Resultados: Das 210 publicações encontradas, 18 cumpriram os critérios de inclusão, sem restrição para período de publicação. Os estudos apresentaram heterogeneidade metodológica. A maior parte dos autores fundamenta que o fortalecimento muscular de membros inferiores leva a melhora da marcha. Conclusão: Programas de fortalecimento muscular de alta intensidade proporcionam ganhos significativos na força muscular e, por conseguinte, na mobilidade funcional. Contudo, exercícios de baixa intensidade são capazes de melhorar o desempenho funcional de idosos, apesar dos pequenos ganhos na força muscular. É necessário um estrito monitoramento de profissionais em fisioterapia, em todas as fases do treinamento, a fim de prevenir eventuais lesões e otimizar os resultados.

Endereço: http://www.bibliotecadigital.ufmg.br/dspace/handle/1843/BUBD-A8QGGP

Ver Arquivo (PDF)

Comentários


:-)





© 1996-2019 Centro Esportivo Virtual - CEV.
O material veiculado neste site poderá ser livremente distribuído para fins não comerciais, segundo os termos da licença da Creative Commons.