A Escola Argentina no Antigo Distrito Federal Durante os Anos de 1930: Um Torrão Argentino em Solo Brasileiro

Por: Miriam Waidenfeld Chaves.

Revista Brasileira de Educação - ANPED - v.12 - n.35 - 2007

Send to Kindle


Resumo

É lícito afirmar que durante a década de 1930 a escola, articulada à esfera nacional, torna-se espaço de produção e disseminação dos novos valores da modernidade. Nesse sentido, este texto procura salientar que o pan-americanismo se constituía em um desses principais valores que compunham a cultura escolar da Escola Argentina, no antigo Distrito Federal. Mostra ainda que a relação da escola com a nação argentina era um aspecto relevante não apenas para a referida instituição, mas também para o próprio país. Metodologicamente, por meio de uma leitura semiótica do nome da escola e de uma análise de discurso sobre o modo como os alunos, pais, professores e diretores entendem a relação da escola com a nação argentina, salientam-se as estratégias discursivas utilizadas por esses mesmos agentes sociais, objetivando a fabricação de uma imagem idealizada da própria relação Brasil-Argentina.

Endereço: http://www.scielo.br/pdf/rbedu/v12n35/a06v1235.pdf

Tags:

Comentários


:-)





© 1996-2021 Centro Esportivo Virtual - CEV.
O material veiculado neste site poderá ser livremente distribuído para fins não comerciais, segundo os termos da licença da Creative Commons.