A Esgrima do Brasil nos Jogos Olímpicos e Pan-americanos

Por: Alexandre M. Carvalho.

Atlas do Esporte no Brasil.

Send to Kindle


Resumo

A Esgrima integra o programa olímpico desde 1896, na edição de Atenas, mantendo-se em disputa desde então. O Brasil, que estreou nos Jogos Olímpicos de 1920 em Antuérpia, Bélgica, somente passou a competir na Esgrima nos Jogos Olímpicos de 1936, em Berlim, Alemanha. Neste âmbito de competição, a Esgrima nacional nunca conseguiu conquistar uma medalha e nem mesmo se colocar entre os melhores do mundo. Desde 1936, o Brasil não enviou representantes para os Jogos de 1956, 1960, 1964, 1972, 1980, 1984 e 1996 (referência: Volker Kluge "Olympische Sommerspiele"). Já nos Jogos Pan-Americanos, os resultados têm sido mais animadores através do resultado inédito de Arthur Cramer em Winnipeg-1967: ouro espada individual. As mulheres jamais subiram ao pódium nestes Jogos.

Ver Arquivo (PDF)

Tags: ,

Comentários


:-)





© 1996-2019 Centro Esportivo Virtual - CEV.
O material veiculado neste site poderá ser livremente distribuído para fins não comerciais, segundo os termos da licença da Creative Commons.