A Experiência da Universidade de Brasília no Contexto de Expansão da Licenciatura em Educação Física Por Meio do Sistema Universidade Aberta do Brasil

Por: .

2013

Send to Kindle


Resumo

Este trabalho procura mostrar as facetas da expansão dos cursos de Licenciatura em Educação Física (EF) no contexto do Sistema Universidade Aberta do Brasil (UAB). Para compreender a expansão desses cursos, esta pesquisa se propôs a identificar, compreender e analisar qual o panorama atual da oferta de cursos de Licenciatura em EF na modalidade a distância; em seguida especificamente analisar a experiência do curso de Licenciatura em EF através do sistema UAB na UnB; e apontar as tendências de desenvolvimento na oferta de cursos de Licenciatura em EF no contexto da política nacional de professores a distância e do Sistema UAB. Esta pesquisa possibilita, pois, uma maior compreensão acerca da formação de professores de EF na modalidade a distância e amplia o conhecimento e interesse público no processo de desenvolvimento da política pública do Sistema UAB que vem possibilitando um crescimento progressivo dos cursos de ensino superior na modalidade a distância. Esta pesquisa é delineada como um estudo de caso, descritivo-exploratório, que utiliza pesquisa bibliográfica, pesquisa documental, aplicação de entrevista aos sujeitos envolvidos com a criação e desenvolvimento do curso e aplicação de questionário aos egressos da primeira turma do curso de Licenciatura em EF UAB/UnB. O caso de análise selecionado foi o curso de Licenciatura em EF da UnB devido ao critério de ser o pioneiro nessa formação. Num esforço de síntese, foi possível empreender uma análise acerca da expansão dos cursos de EF a distância no contexto do Sistema UAB a partir de dois olhares: o primeiro, sob a ótica de criação dessa política que estabelece, sim, nexos entre a EAD e o ideário neoliberal, submetendo as políticas educacionais e a implementação da EAD às exigências ideológicas e econômicas do capital internacional. O segundo olhar estaria sob a ótica do que a autonomia das universidades vem permitindo-as desenvolver nos cursos a distância, empreendendo esforços para que seja possível uma formação com qualidade crítica e emancipadora. A UnB, por exemplo, vem buscando institucionalizar a EAD na universidade para melhorar as condições com que foi implementada. E a FEF/UnB internamente vem buscando organizar o curso, aderindo qualidade à gestão, ao projeto político pedagógico e ao processo de ensino e aprendizagem, considerando ainda as especificidades de um curso de EF. Todavia, os possíveis indicadores acerca da tendência dessa expansão, tendo em vista a análise do contexto teórico e empírico estudado, é que, apesar da potencialidade das novas ferramentas educacionais tecnológicas, o modelo que está colocado para a política do Sistema UAB ainda apresenta muitas lacunas, principalmente falta de seriedade com o trabalho docente. Sendo assim, a tendência de crescimento da EAD, como modalidade de ensino, tem sido inquestionável, porém, tal como ela é materializada hoje, no âmbito público através do Sistema UAB, acredita-se que não deverá permanecer.
 

Ver Arquivo (PDF)

Comentários


:-)





© 1996-2018 Centro Esportivo Virtual - CEV.
O material veiculado neste site poderá ser livremente distribuído para fins não comerciais, segundo os termos da licença da Creative Commons.