A Festa e a Guerra: O Jornalismo Esportivo e a Formação das Torcidas Organizadas de Futebol do Rio de Janeiro

Por: Bernardo Borges Buarque de Hollanda.

I Congreso Latinoamericano de Estudios Socioculturales Del Deporte - ALESDE

Send to Kindle


Resumo

A apresentação focaliza a relação histórica existente entre as torcidas organizadas de futebol do Rio de Janeiro e os meios de comunicação de massa desde os anos de 1940, em particular o jornalismo esportivo comandado pelo periódico de Mário Filho, o Jornal dos Sports, tal como defendi em minha tese de doutorado.

Sustenta-se a existência de tal relação na segunda metade do século XX, com especial atenção para o surgimento das Torcidas Jovens no cenário carioca do final da década de 1960, em meio à efervescência do contexto social e cultural da época. A reconstituição se estende até o início da década de 1980, no período de abertura política, quando as torcidas organizadas criam uma associação de torcedores, a ASTORJ, para lutar contra o aumento do preço dos ingressos.

Ver Arquivo (PDF)

Comentários


:-)





© 1996-2019 Centro Esportivo Virtual - CEV.
O material veiculado neste site poderá ser livremente distribuído para fins não comerciais, segundo os termos da licença da Creative Commons.