A Filosofia e Seus Intercessores: Deleuze e a Não-filosofia

Por: Jorge Vasconcellos.

Educação e Sociedade - v.26 - n.93 - 2005

Send to Kindle


Resumo

Pretendendo relacionar o problema do pensamento com a criação artística em Gilles Deleuze, mostrando a importância de um pensamento diferencial, proposto pelo filósofo como nova imagem do pensamento, isto é, um pensamento que privilegia a idéia de diferença para instaurar novos ângulos e perspectivas do real. Essa aliança entre a criação artística e a produção filosófica propicia condições de possibilidade para formular uma leitura da obra deleuziana em que este pensamento faz uma vertiginosa incursão nos domínios não filosóficos na constituição de sua démarche. Investigarei, nesse sentido, a noção de intercessores, que, mesmo pouco tematizada na obra do filósofo, entendo tratar-se de idéia fundamental para a questão aqui em pauta.

Tags:

Comentários


:-)





© 1996-2020 Centro Esportivo Virtual - CEV.
O material veiculado neste site poderá ser livremente distribuído para fins não comerciais, segundo os termos da licença da Creative Commons.