A Formação dos Educadores Sociais de Esporte e Lazer no Programa Esporte e Lazer da Cidade (PELC) em Porto Alegre

Por: Gilmar Tondin.

241 páginas. 2011 21/10/2011

Send to Kindle


Resumo

Esta dissertação trata da formação dos Educadores Sociais de Esporte e Lazer do Programa Esporte e Lazer da Cidade (PELC) ocorrido em Porto Alegre. Este programa constitui-se em uma ação da política pública de esporte e lazer do governo federal. O estudo buscou compreender os impactos e significados atribuídos às formações por estes educadores que atuam em comunidades localizadas nas periferias da cidade. Procurou-se identificar em que medida as formações contribuíram para a prática pedagógica do educador social de esporte e lazer. A partir destas premissas formulou-se o seguinte problema de pesquisa: De que modo os Educadores Sociais de Esporte e Lazer relacionam a formação do Programa Esporte e Lazer da Cidade e a prática pedagógica que realizam nas comunidades? Quais os limites e potencialidades dessa relação? Foi utilizado como instrumentos de coleta de informações no trabalho de campo a entrevista semiestruturada, o diário de campo e a análise documental. A partir da análise das informações construíram-se as seguintes categorias: a formação no programa esporte e lazer da cidade; o lazer e o esporte no programa esporte e lazer da cidade; a prática pedagógica; a comunidade; e, a gestão local do programa. Na sequência discutem-se as categorias a partir das falas tanto do grupo dos educadores sociais do programa, como o dos gestores e formadores, contemplando esses distintos olhares. Foi possível identificar consenso entre os grupos, como o curto período de duração do programa, considerado insuficiente para a consolidação desta política pública. Também foi possível perceber discordâncias entre os grupos. O tempo do gestor e o tempo do educador para respostas e anseios da formação são distintos. Enquanto um procura elementos para a reflexão, o outro deseja sugestões para auxiliá-lo na ação. Para o grupo de educadores, as metodologias para desenvolver o trabalho no seu dia a dia tem mais significado que as discussões conceituais e teóricas. O sistema de formação e o trabalho junto às comunidades foram considerados elementos de destaque no programa. Os fatores de mobilização para o envolvimento dos educadores no programa esporte e lazer da cidade foram: a possibilidade de novas aprendizagens; adquirir experiências por estarem em início de carreira profissional; e, o interesse em se envolver em trabalhos sociais. Este estudo permitiu identificar a necessidade de estruturar uma formação diferenciada daquela em ambiente escolar para o educador social de esporte e lazer. Considera- se importante compreender que este sujeito atua em espaços físicos ressignificados para a prática do lazer e em um ambiente educativo não escolar, mas nem por isso distanciado de um processo de desenvolvimento de cidadania dos sujeitos.

Ver Arquivo (PDF)

Comentários


:-)





© 1996-2018 Centro Esportivo Virtual - CEV.
O material veiculado neste site poderá ser livremente distribuído para fins não comerciais, segundo os termos da licença da Creative Commons.