A Gestão Pública do Lazer em Espaços Públicos Urbanos: Um Estudo de Caso da Praça do Operário, no Município de Breves-pa

Por: Cleber Augusto Trindade Castro e Vandacy da Silva Castro.

Revista Brasileira de Estudos do Lazer - v.2 - n.3 - 2015

Send to Kindle


Resumo

O presente artigo buscou analisar a gestão pública de políticas para o lazer que incidem na Praça do Operário, no Município de Breves, na Amazônia paraense, localizado no Arquipélago do Marajó, a fim de compreender a dinâmica social do lazer nesse espaço, analisar a participação popular no processo gestão pública e a dinâmica entre poder público e sociedade local. Para a consecução dos objetivos foram realizados estudos bibliográficos e documentais, além de entrevistas semiestruturadas com representantes dos gestores públicos municipais, trabalhadores formais e informais da praça, moradores do entorno da praça e frequentadores e usuários da praça. Foram realizadas um total de 22 entrevistas, a partir de uma amostragem não probabilística por conveniência. Constatou-se que a requalificação e refuncionalização recentes da praça não foram amplamente discutidas com a sociedade de Breves, sendo negligenciado dessa ação uma série de demandas dessa sociedade. Ainda assim, a Praça do Operário configura-se como importante espaço urbano de lazer da cidade, com um conjunto de ações desenvolvidas tanto pelo governo municipal quanto por instituições parceiras em sua gestão pública.

Endereço: https://periodicos.ufmg.br/index.php/rbel/article/view/481

Comentários


:-)





© 1996-2019 Centro Esportivo Virtual - CEV.
O material veiculado neste site poderá ser livremente distribuído para fins não comerciais, segundo os termos da licença da Creative Commons.