A História de Benny Kid Paret: Boxeadores Cubanos, a Revolução Cubana e a Mídia dos Eua, 1959-1962

Por: Christina D. Abreu.

Recorde: Revista de História do Esporte - v.8 - n.2 - 2015

Send to Kindle


Resumo

Este artigo examina a história da vida pessoal e da carreira no boxe profissional do boxeador afro-cubano Benny “Kid” Paret, entre 1959 e 1962. Paret faleceu nove dias após sofrer um espancamento brutal nos ringues, das mãos de Emile Griffith, e este artigo está focado no discurso público ao redor de sua morte, no contexto de relações tensas entre EUA-Cuba, crescente migração cubana para os Estado Unidos depois de 1959, e formações de identidades raciais e étnicas. Utilizando importantes jornais dos Estados Unidos, revistas e periódicos especializados em boxe, assim como jornais afro-americanos e na língua espanhola, este artigo contribui para o crescente corpo de literatura sobre latino/as, raça e esporte.

Endereço: https://revistas.ufrj.br/index.php/Recorde/article/view/2723

Ver Arquivo (PDF)

Tags: ,

Comentários


:-)





© 1996-2019 Centro Esportivo Virtual - CEV.
O material veiculado neste site poderá ser livremente distribuído para fins não comerciais, segundo os termos da licença da Creative Commons.