A Incorporação da Cultura Física do Sujeito nos Currículos dos Currículos Universitários

Por: Yaneth Fabiola Daza Paredes.

Impetus - v.8 - n.1 - 2014

Send to Kindle


Resumo

O objetivo deste artigo é apresentar os resultados encontrados no contexto de uma investigação realizada com estudantes da UPTC, que buscou investigar os aspectos que explicam o estado de sua cultura física.
A pesquisa tem como ponto de partida as recomendações da Organização Mundial de Saúde, compilados no número de montagem cinqüenta e sete chamados de saúde em todo o mundo, resultando na Estratégia Global para Dieta, Atividade Física e Saúde, publicado em maio de 2004; e o Plano Nacional de Saúde Pública 2007 - 2010, em linha com as políticas do Plano Nacional de Desenvolvimento 2006 - 2010, nos termos da Lei 1.151 de 2007 para a República da Colômbia. Da mesma forma, o resumo das recomendações da Declaração de Consenso de Quebec, sobre Atividade Física, Saúde e Bem-Estar (1995). A investigação foi qualitativa quantitativa. um universo de 2.168 alunos AAUCTU, com uma população de 329 alunos que concluíram brincalhão no primeiro semestre de 2008, oferecido pela escola foi utilizada educação física. Alguns dos negócios foram: Daza Paredes Yaneth Fabiola Revista Revista Impetus Impetus Revista Impetus 132 licenciatura em Educação Física e Desporto Universitário dos Llanos 133 aeróbica, esporte participativo, campo de ténis, basquetebol, patinagem, danças afro-cubanos, Tai-Chi, expressão corporal, entre outros. Por fim, uma amostra de 267 alunos foi obtida, obtida de forma aleatória, estratificada, pertencente a 26 raças de diferentes faculdades da sede central.
Os instrumentos utilizados foram uma pesquisa formalizada, cuja validade foi por julgamento do especialista e teste do peso da altura; Além de palestras e observação direta pelos professores. 
Os resultados expressam dados alarmantes relacionados à população mínima que realiza atividade física, de acordo com as recomendações expressas pela OMS; Da mesma forma, houve deficiências no treinamento em cultura física na população, o que se correlaciona com a falta de modelos que promovam a prática de atividade física e esportes, para fins profiláticos. Da mesma forma, existem grandes deficiências em termos de treinamento motor de alunos no estágio escolar e a baixa implementação de planos de ação pelas autoridades competentes derivadas da Lei 181, Lei 115 e da Constituição Nacional.  Por fim, faz-se um apelo à comunidade educativa quanto à importância da implementação como obrigatória nos planos de estudos universitários, algum assunto que favoreça a prática de atividade física, recreação, esporte para promoção.

Endereço: http://revistaimpetus.unillanos.edu.co/impetus/index.php/Imp1/article/view/28

Comentários


:-)





© 1996-2019 Centro Esportivo Virtual - CEV.
O material veiculado neste site poderá ser livremente distribuído para fins não comerciais, segundo os termos da licença da Creative Commons.