A Infância Entra em Campo – Riscos e Oportunidades Para Crianças e Adolescentes no Futebol

Por: Centro de Defesa da Criança e do Adolescente Yves de Roussan.
Send to Kindle


Sobre a Obra

A COPA DAS PESSOAS
A passagem de um megaevento esportivo pelo Brasil, com a magnitude e complexidade que representa a Copa do Mundo da FIFA Brasil 2014, nos desafia a encontrar estratégias e meios que oportunizem efetivos legados para a sociedade brasileira, com solidez e longevidade suficientes, que justifiquem os investimentos públicos e privados que estão sendo realizados no país para o sucesso deste torneio de futebol.

Duas Copas estão em debate: a Copa do Espetáculoe a Copa das Pessoas. Quanto à primeira, somos provedores de serviços e logística para que o evento se suceda com o grau de excelência que o mundo espera e o país está chamado a responder. Quanto à segunda, a COPA DAS PESSOAS, requer a compreensão de que governos e sociedade não podem perder a oportunidade de extrair e maximizar todas as externalidades positivas que o evento oferece, com especial foco para as pessoas, pois não há herança maior neste ciclo esportivo que preparar e proteger o capital humano, com políticas públicas que associem desenvolvimento com garantias e universalização de direitos associados ao esporte.

O apoio que emprestamos aos estudos realizados sobre riscos e oportunidades para crianças e adolescentes no futebol é parte dessa estratégia e integra o Plano de Legados, um dos produtos do Plano Diretor da Copa na Bahia. A parceria com o CEDECA, UNICEF e ABMP (Associação Brasileira de Magistrados, Promotores de Justiça e Defensores Públicos da Infância e da Juventude) assegura qualidade quanto aos objetivos desse mapeamento dos riscos e vulnerabilidades que podem alcançar o público infanto-juvenil em eventos de grande fluxo de turistas, ao mesmo tempo em que esta publicação se constitui uma importante ferramenta de aprofundamento dos mecanismos de proteção e formação integral dos nossos meninos e meninas.

A Copa é o ponto de partida para um conjunto de iniciativas do Estado brasileiro, que intenciona transformar esses megaeventos programados para este e os próximos anos – Mundial 2014, Olimpíadas, Copa das Américas – em plataforma de políticas públicas para a juventude e a cidadania, no tocante ao desporto, que favoreçam o esporte amador, olímpico e educacional, como caminhos eficazes para proteger a juventude das mazelas das drogas e da violência, oportunizando espaços saudáveis e emancipadores de convivência social.

Ganhar a Copa traduz a paixão do brasileiro pelo futebol. Proteger e fortalecer o Sistema de Garantia dos Direitos da Criança e do Adolescente é ganhar com a Copa!

Ney Campello
Secretário
Secretaria Estadual para Assuntos da Copa do Mundo da FIFA
Bahia, Brasil, 2014

Ver Arquivo (PDF)

Tags: ,

Comentários


:-)





© 1996-2019 Centro Esportivo Virtual - CEV.
O material veiculado neste site poderá ser livremente distribuído para fins não comerciais, segundo os termos da licença da Creative Commons.