A Influência da Atividade Física no Ambiente Escolar Sobre os Parâmetros de Aptidão Física e Imagem Corporal em Alunos de 13 e 14 Anos do Ensino Fundamental de Uma Escola Pública do Estado de São Paulo

Por: Leandro Ribeiro Marques.

69 páginas. 2015 00/00/0000

Send to Kindle


Resumo

A prática da atividade física é recomendada, por ser capaz de desenvolver diversos benefícios aos seus praticantes, dentre elas as adaptações sobre a percepção da imagem corporal e melhora da aptidão física, que pode contribuir para a melhora da saúde. Atualmente o adolescente tem cada vez menos participado de programas de atividade física, sofrendo assim com diversos problemas causados pelo sedentarismo. A escola se tornou um importante local para a prática da atividade física, já que em seu currículo a disciplina de Educação Física é obrigatória, estimulando a prática de diferentes atividades corporais com regularidade, podendo também realizar atividades extracurriculares de diversas modalidades esportivas como o futsal nas escolas públicas do Estado de São Paulo. Desta forma, o objetivo do presente estudo foi de verificar a influencia da atividade física no ambiente escolar sobre a aptidão física e percepção da imagem corporal de alunos do ensino fundamental. Metodologia: Fizeram parte deste estudo 32 alunos entre 13 e 14 anos, do sexo masculino, que foram divididos em dois grupos: Quinze alunos para o grupo Educação Física (GEF) e dezessete para o grupo Educação Física mais treino de futsal (GEFT). A pesquisa consistiu em 12 semanas de atividades físicas e treinamento com frequência de duas a três sessões semanais e mais duas sessões para a avaliação final, onde foi analisado a Percepção da Imagem Corporal e as Aptidões Físicas, IMC, resistência abdominal, flexibilidade, aptidão cardiorrespiratória, força explosiva dos membros superiores e inferiores, agilidade e velocidade de deslocamento. Para a análise dos resultados foi utilizado o teste de Kolmogorov–Smirnoff como análise da normalidade dos dados, após utilizou-se o teste t-Student independente para comparar os dois grupos. A significância foi determinada a p‹0,05. Resultados: O GEFT apresentou superioridades significativas nos testes de resistência abdominal, aptidão cardiorrespiratória, força explosiva dos membros inferiores e agilidade. Nas avaliações do IMC, força explosiva dos membros superiores e velocidade de deslocamento não foram observadas diferenças entre os grupos. A percepção da imagem corporal mostrou que ambos os grupos tiveram alterações significativas quando comparamos o valor referido (imagem indicada pelo aluno, como a que ele acha que mais parece com sua imagem contendo um determinado IMC) ao valor aferido (valor real de IMC), os grupos não mostraram diferenças entre os valores referidos e desejados. Conclusão: Quando comparados os adolescentes que realizaram as aulas de Educação Física regular, os adolescentes que realizaram as aulas de Educação Física regular e também os treinos de Atividade Curricular Desportiva de futsal, dentro do ambiente escolar, apresentaram melhor aptidão física geral, no entanto, não houve melhora na percepção e satisfação corporal.

Endereço: http://www.usjt.br/pgedf/conteudo/banco-de-dissertacoes.php?ano=2015

Ver Arquivo (PDF)

Comentários


:-)





© 1996-2020 Centro Esportivo Virtual - CEV.
O material veiculado neste site poderá ser livremente distribuído para fins não comerciais, segundo os termos da licença da Creative Commons.