A Influência da Prática da Atividade Física e da Socialização na Qualidade de Vida do Idoso: Um Estudo nos Pontos de Encontro Comunitário do Distrito Federal

Por: Elias Rocha de Azevedo Filho.

63 páginas. 2016 02/12/2016

Send to Kindle


Resumo

A vida das pessoas tem se prolongado devido a um novo comportamento, onde existe uma preocupação com a melhoria na qualidade de vida e no fortalecimento das ações de promoção da saúde. A saúde física e mental recebem contribuições importantes da atividade física e da socialização, beneficiando todas as faixas etárias, principalmente aqueles que vivem a velhice. A Academia da Terceira Idade (ATI) é um programa já inserido em diversos Estados do Brasil, por muitas vezes localizadas em Pontos de Encontro Comunitário (PEC) e possuindo equipamentos desenhados para a atividade física. O objetivo deste trabalho foi o de avaliar em que medida a prática da atividade física nos Pontos de Encontro Comunitário do Distrito Federal proporciona alterações nos estados de humor, socialização e qualidade de vida de idosos a partir dos 60 anos. Esse estudo do tipo quantitativo, transversal e descritivo foi realizado com 119 idosos com medidas sociodemográficas, de humor e referentes às atividades físicas, ao processo de socialização e à qualidade de vida. A partir desta pesquisa, concluiu-se que os PEC aumentam a qualidade de vida e a socialização, assim como diminuem os índices de ansiedade e depressão dos mesmos.

Endereço: https://bdtd.ucb.br:8443/jspui/handle/tede/2185

Ver Arquivo (PDF)

Comentários


:-)





© 1996-2019 Centro Esportivo Virtual - CEV.
O material veiculado neste site poderá ser livremente distribuído para fins não comerciais, segundo os termos da licença da Creative Commons.