A Influência da Distribuição das Cargas Semanais de Treinamento no Rendimento Aeróbio, em Não Atletas

Por: Alexandre Palma de Oliveira.

Motus Corporis - v.4 - n.1 - 1997

Send to Kindle


Resumo

O propósito deste estudo foi examinar a relação entre a distribuição das cargas e a eficácia do treinamento aeróbio em não atletas. Existe alguma evidência na literatura, de que a aplicação de cargas reduzidas tem como objetivo proporcionar um certo "alívio" aos estresses promovidos durante o processo de treino, bem como favorecer o estabelecimento do fenômeno da supercompensação. Como resultado do tratamento, em ambos os grupos, foram observadas diferenças muito significativas (p<0,01) entre as médias "pré" e "pós" tratamento. Todavia, na comparação das médias "pós" treinamento, entre os dois grupos, não foram verificadas diferenças significativas (p<0,05). Estes resultados sugerem que, apesar da utilização de etapas com cargas reduzidas produzir efeitos positivos no aumento do rendimento aeróbio, não se pode inferir que estes sejam mais favoráveis do que os programas que não utilizam estas etapas. 

Ver Arquivo (PDF)

Tags:

Comentários


:-)





© 1996-2020 Centro Esportivo Virtual - CEV.
O material veiculado neste site poderá ser livremente distribuído para fins não comerciais, segundo os termos da licença da Creative Commons.