A Influência dos Aspectos Psicológicos Dentro do Contexto Esportivo

Por: D. T. Lima e J. M. Pereira.

IX Congresso Internacional de Educação Física e Motricidade Humana XV Simpósio Paulista de Educação Física

Send to Kindle


Resumo

O objetivo do presente trabalho foi verificar possíveis causas de derrotas e fracassos no esporte, sob o prisma de questões psicológicas, tais como: ansiedade, ativação, estresse, autoconfiança, entre outros aspectos que podem interferir positiva ou negativamente nos resultados de atletas e equipes. Além disso, discutir situações que podem ocorrer no preparo e no treinamento psicológico dos atletas. O trabalho também procura discutir a relevância no contexto esportivo, de atletas que tenham domínio de suas condições psicológicas para as competições, e consigam desempenhar sua melhor performance, sendo que acreditamos que a preparação deve contar com o equilíbrio das capacidades físicas, técnicas e também dos aspectos psicológicos. O estudo também buscou refletir e oportunizar discussões que possam contribuir com a Psicologia do Esporte e sua afirmação dentro do mundo do esporte, por ser este um produto extremamente valorizado nesse mercado altamente competitivo. Nesse sentido, o primeiro passo para realização do estudo foi um levantamento de eventos que marcaram o esporte brasileiro, nos quais resultados positivos eram esperados, mas não se confirmaram, como ocorrido com a ginasta Daiane dos Santos, em Atenas 2004, e nos jogos olímpicos de 2008 com Diego Hypólito, Jade Barbosa, Fabiana Murer e Jadel Gregório, a eliminação da seleção brasileira de futebol na copa do mundo de 2010, eventos que foram evidenciados pela mídia como fracassos. Alguns autores corroboram com esse tema, e foram consultados para embasar o trabalho. Dessa forma, foi possível observar que aos poucos a Psicologia do Esporte vem ganhando visibilidade quanto a importância em contribuir com o equilíbrio entre os aspectos psicológicos, técnicos, e físicos, e estão sendo fomentadas discussões sobre sua importância, também os fatores psicológicos que estão intrinsecamente ligados aos resultados dos atletas e equipes, estão começando a ser reconhecidos como determinantes na preparação dos atletas e equipes. Assim, foi possível identificar na pesquisa que muito já vem sendo realizado para aproximar a Psicologia do Esporte e as práticas indissociáveis ao conjunto de práticas que o profissional de Educação Física atuando como área do conhecimento e como uma ciência que com seus métodos e técnicas faz-se essencial na preparação psicológica das equipes e dos atletas e passa a ser fundamental para todos envolvidos dentro do esporte e da Educação Física, e que o profissional de Educação Física dentro de suas atribuições e ética, utilize dos fundamentos teóricos e das técnicas da Psicologia do Esporte, como práticas ativas e permanentes em todos os processos de preparação e competição no âmbito esportivo, contribuindo assim com a diminuição dos fracassos e resultados inesperados ocorridos por falta de controle emocional, equilíbrio entre as capacidades físicas, psicológicas e motoras, treinamento psicológico.

Endereço: http://www.periodicos.rc.biblioteca.unesp.br/index.php/motriz/article/view/10060/10060

Comentários


:-)





© 1996-2016 Centro Esportivo Virtual - CEV.
O material veiculado neste site poderá ser livremente distribuído para fins não comerciais, segundo os termos da licença da Creative Commons.