A Influência dos Ritmos Circadianos no Desempenho Físico

Por: Alessandra Minati, e Marcos Gonçalves de Santana.

Revista Brasileira de Ciência & Movimento - v.14 - n.1 - 2006

Send to Kindle


Resumo

A maioria dos componentes do desempenho físico muda ciclicamente em um - período de 24 horas (ritmos circadianos). Em repouso, grande parte desses ritmos são controlados endogenamente pelo relógio biológico, seguindo em grande parte o ritmo da temperatura corporal. Os ritmos circadianos têm sido reportados em vários índices de capacidade aeróbia, anaeróbia e para diversas outras variáveis fisiológicas durante diferentes níveis de exercício. O desempenho pode ser influenciado por diversos fatores, tais como a temperatura corporal, o ciclo sono-vigília, a carga de trabalho, o cronotipo, a constituição da dieta, o sexo, etc. A hora ideal para um melhor desempenho físico depende dos ritmos endógenos, da natureza e da intensidade do exercício, e das influências ambientais. Alterações significativas ocorrem nos ritmos endógenos, os quais são dessincronizados quando ocorrem viagens transmeridionais, ou em trabalhos em turno, em que a perda de sono interage na ritmicidade circadiana, afetando mais as funções cognitivas do que as ações motoras grossas. O objetivo do presente estudo foi o de propiciar o conhecimento das diversas influências dos ritmos circadianos sobre o desempenho físico, na procura de esboçar uma possível contribuição para os técnicos, os atletas e as pessoas que praticam atividade física. Esta revisão demonstrou que, muito dos dados referentes ao desempenho das capacidades físicas nos diferentes períodos do dia, não são totalmente conclusivos, sugerindo assim que novas investigações devem ser realizadas na tentativa de consolidar melhor os conhecimentos nesta linha de pesquisa

Endereço: https://portalrevistas.ucb.br/index.php/RBCM/article/view/681/686

Ver Arquivo (PDF)

Comentários


:-)





© 1996-2019 Centro Esportivo Virtual - CEV.
O material veiculado neste site poderá ser livremente distribuído para fins não comerciais, segundo os termos da licença da Creative Commons.